Novo hub para fomentar startups, nova série sobre Web3 e grandes aportes foram algumas notícias destaques do ecossistema durante a semana. Para continuar atualizado do mercado, confira:

1- Cogna lança hub para fomentar startups com soluções para educação

A Cogna Educação deu o próximo passo em direção ao seu objetivo de se tornar a mais digital das empresas de educação do Brasil e lançou o Hubble Startup Studio. A iniciativa pretende funcionar como um ponto de convergência de projetos em estágio mais avançado e fomentar a inovação descentralizada nas verticais do grupo. 

2- Plataforma de mensageria Take Blip recebe rodada de investimento de US$ 70 milhões

A Take Blip, plataforma em nuvem de business messaging, recebeu um aporte Série B de US$ 70 milhões do Warburg Pincus, fundo global de private equity. Com esse investimento, a empresa planeja acelerar sua expansão internacional e focar no suporte à sua equipe, cultura, evolução de produtos, clientes e aquisições.

3- Escola do SoftBank lança série gratuita para ensinar empreendedores sobre bases e aplicações da Web3

O SoftBank Group Operator School (SBOS), plataforma de educação do SoftBank, anunciou a terceira temporada do seu programa de educação acompanhada. A temporada, que será lançada em 20 de junho, será a primeira sobre cripto do SBOS, composta por uma programação de dez semanas.

4- Headline XP, comandada por Romero Rodrigues, capta R$ 915 milhões para investir em startups

O Headline XP, primeiro fundo de participações (FIP) da Headline, gestora global de venture capital comandada no Brasil por Romero Rodrigues e integrada à XP Asset, concluiu a captação de R$ 915 milhões. O fundo irá investir em startups brasileiras com alto potencial de escala.

5- Bossanova democratiza acesso a investimentos e lança modalidade a partir de R$ 1 mil

Com o intuito de democratizar os investimentos no Brasil e fomentar o ecossistema de startups, a Bossanova Investimentos, venture capital mais ativa da América Latina, lança o CCB Brasil 5, que permite que pessoas possam aportar em startups do portfólio da Bossa a partir de R$ 1 mil até R$ 50 mil. O investimento, além de dar acesso a parte do portfólio da VC, também protege o capital do investidor, que renderá 118% da poupança.


Quer ficar por dentro dos destaques da semana e mais notícias do ecossistema de inovação e startups? Clique aqui e assine nossa Newsletter.