Healthtech peruana recebe aporte de US$ 1,5 milhão e chega ao Brasil

A Smart Doctor, healthtech peruana que auxilia empresas na coordenação da saúde de seus colaboradores, chega ao Brasil após receber aporte de US$ 1,5 milhão dos fundos Pareto20, Fresh-Ventures e GreenEgg Venture, além de investidores-anjos. Fundada em 2020 pelos médicos Christian Rivera e Karen Salirrosas, a empresa já tem operações no Peru, país dos fundadores, além de México e Colômbia. 

De acordo com a ANS, a média de preços de um convênio médico no Brasil pode chegar a R$ 600. Enquanto, na Smart Doctor, esse valor deve ser a partir de R$ 50 por colaborador, em custo para a empresa, para que o paciente e sua família tenham acesso à telemedicina de onde estiver e em qualquer horário.

“Notamos que o atual sistema de saúde foi criado para cuidar das pessoas doentes, mas não há solução que se preocupe em manter as pessoas saudáveis. Além disso, estamos trazendo o conceito de telemedicina, já explorado durante a pandemia, e que hoje endereça uma alta demanda, pois não há limitadores geográficos para um país tão grande e ainda com problemas de mobilidade como o Brasil. O que quero dizer é que, apostamos na prevenção, com programas focados em manter a saúde emocional e física dos colaboradores e seus familiares em condições adequadas por um valor mensal acessível”, relata Karen Salirrosas, Diretora Médica Executiva da Smart Doctor.

O objetivo da healthtech é centralizar todos os serviços de saúde e bem-estar de uma companhia em uma única plataforma, criando um ecossistema saudável para colaboradores e sua rede de convivência. Ser “Health Friendly” e ter funcionários fisicamente e mentalmente saudáveis passou a representar uma vantagem competitiva para empresas em crescimento e expansão global e a Smart Doctor é uma importante aliada nesta mudança de comportamento.

Por meio de uma plataforma própria, os funcionários agendam e realizam suas consultas. “Não queremos substituir um convênio médico, queremos trazer saúde preventiva e melhorar o acesso do brasileiro a um especialista. Em menos de 10 minutos é possível pesquisar as especialidades e agendar um horário com os profissionais. Além disso, os pacientes podem enviar resultados de exames anteriores, reunir prescrições e licenças, criando um histórico médico. Por meio de Inteligência Artificial, o gestor da empresa tem acesso às informações gerais de saúde dos seus colaboradores, ou seja, ele consegue ver como está a saúde física e mental da sua equipe, mas preservando a identidade e dados íntimos das pessoas”, explica Daniela Guanaes, Head de Expansão no Brasil da Smart Doctor.

* Foto em destaque: Karen Salirrosas, Diretora Médica Executiva da Smart Doctor


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.