A Dr. Cannabis, plataforma que dá acesso à cannabis medicinal no Brasil e a healthtech Cannect estão em processo de fusão de negócios. Na transação firmada, a Dr. Cannabis passa a integrar o ecossistema da healthtech como sua vertical de educação.

A plataforma seguirá liderada por sua fundadora, Viviane Sedola, e terá como foco a educação sobre o uso medicinal. “Ela pioneira na criação de conteúdo, cursos, eventos e informação relevante sobre o uso medicinal. Educação é fundamental para alcançarmos a missão de democratizar o acesso a tratamentos à base de cannabis, e estamos felizes em contar com a experiência da Viviane na liderança dessa nossa vertical”, afirma Allan Paiotti, CEO da Cannect.

A integração das bases de médicos, pacientes, marcas e produtos à base de cannabis disponíveis nas duas empresas reforçam o ecossistema Cannect como líder na oferta integrada de tratamentos à base de cannabis no Brasil, com foco na melhora da qualidade de vida de seus pacientes. “Oferecer aos milhares de pacientes e médicos que confiam na Dr. Cannabis a estrutura e experiência na área da saúde que a Cannect possui é algo de grande valor no processo de dar acesso à cannabis medicinal legal no Brasil, ampliado agora com soluções de cuidado coordenado que potencializam os benefícios do tratamento de cada paciente”, comenta Viviane Sedola.

O fortalecimento do ecossistema Cannect impulsiona o crescimento do mercado da cannabis medicinal no Brasil. “Temos uma cabeça muito associativa. Acreditamos que a união de esforços pode ajudar a acelerar o amadurecimento do setor no País, criando um setor saudável e sustentável focado na saúde dos clientes”, completa Fernando Domingues, head de Novos Negócios e Parcerias Estratégicas da Cannect.

“Concluímos uma rodada de investimento de R$ 10 milhões no início desse ano para acelerar nosso processo de crescimento orgânico e expansão. Em janeiro de 2022 incorporamos a Cannalize e esta integração ao nosso ecossistema reforça o compromisso com o setor e fortalece nosso posicionamento como protagonista no desenvolvimento desse mercado”, acrescenta Allan Paiotti.