A Noh, fintech de carteira digital compartilhada que automatiza a divisão de despesas e de gastos fixos, lançará em junho, o primeiro cartão compartilhado do Brasil numa parceria com a Visa — empresa americana de serviços financeiros —, com o objetivo de complementar os seus serviços digitais. 

Cada pessoa terá seu cartão e senha de forma individual. Ao fazer o pagamento, o valor será debitado das duas contas, na proporção escolhida e comunicada na plataforma. A cada transação, os usuários já são debitados proporcionalmente. Sendo possível ajustar o percentual em qualquer momento. “Estamos apoiando a Noh com um processo de emissão ágil e completo para que possam oferecer aos seus clientes segurança, benefícios especiais da Visa e inovações como o pagamento por aproximação”, afirma Eduardo Abreu, vice-presidente de Novos Negócios da Visa do Brasil. 

A startup que já levantou R$ 17 milhões numa rodada seed para inaugurar o mercado das finanças coletivas, quer expandir os seus serviços oferecidos. “Queremos desbravar um novo mercado ainda inexplorado pelas fintechs brasileiras que oferecem produtos pensando em clientes individuais. Acreditamos que a era das finanças compartilhadas chegou e reflete um comportamento de consumo que já era coletivo há muito tempo na vida do brasileiro”, explica Ana Zucato, CEO e sócia fundadora da Noh.

A empresa que já permite dividir contas e despesas automaticamente em pagamentos por meio de boletos e Pix, vai disponibilizar primeiro o cartão virtual e, posteriormente, o físico e ambos serão da bandeira Visa, gratuitos e funcionarão como um cartão de crédito pré-pago (para fazer os pagamentos, é preciso ter saldo na conta da fintech). Em breve, será possível ainda fazer grupos com quantas pessoas o usuário quiser para compartilhamento de gastos.