A Bossanova Investimentos, micro Venture Capital mais ativa da América Latina, que possui mais de 900 startups em seu portfólio, anunciou o lançamento do Bossa Summit, um evento que irá impulsionar o mercado de Venture Capital no Brasil. Nos dias 6 e 7 de abril, investidores, startups e corporações que fazem parte do ecossistema de startups vão se reunir para trocar experiências práticas e inteligência sobre o mercado, além de abrir oportunidades reais de investimento durante o evento para as startups.

Os investimentos de fundos de venture capital em startups brasileiras atingiram R$ 33,5 bilhões nos primeiros nove meses de 2021, um recorde histórico. O volume é três vezes maior que o valor aportado nessas empresas no mesmo período em 2020. Os dados são de pesquisa trimestral realizada pela KPMG e pela ABVCAP que captura apenas os negócios na modalidade de private equity e venture capital.

Segundo João Kepler, CEO da Bossanova Investimentos, uma startup que está buscando investimento precisa conversar com vários investidores e esse não é um caminho fácil. Por isso, surgiu essa proposta de reunir investidores-anjo e VCs em um único evento para que as startup participantes consigam fazer o maior número de apresentações e contatos com investidores qualificados.

“O evento será um acelerador para as startups que estão em fase de captação. Somado a isso, vamos ter as arenas de conteúdo, então as startups vão poder aprender com quem já captou, fez uma saída ou está avaliando startups para investir”, destaca João Kepler.

João Kepler, CEO da Bossanova. Foto: Torin Zanette.

Serão 5 palcos de conteúdo e uma feira de negócios que vai concentrar mais de 300 startups e agentes de apoio ao ecossistema de startups. O evento foi pensado para todos os públicos, desde novos empreendedores e investidores até os mais experientes no mercado. Quem está começando poderá participar das arenas de conteúdo para aprender e quem já está mais avançado, terá a chance de apresentar seu pitch para bancas avaliadoras, ouvir empreendedores e participar dos Demo Days e rodadas que estiverem abertas durante o evento.

O grande diferencial do Bossa Summit será a densidade de corporações, aceleradoras e investidores que estarão reunidos. Segundo Kepler, será possível encontrar startups e investidores em diversos estágios e com diferentes teses de investimento.

Criada em 2015 por meio da união do portfólio dos investidores-anjo João Kepler e Pierre Schurmann, a Bossanova Investimentos investe em startups em estágio pré-seed com atuação em todo território nacional. Já tem mais de 890 startups na rede, 1.000 investimentos e 39 exits, o recorde brasileiro para investidores nesse estágio. Seu objetivo é investir em mais de mil startups e democratizar o aceso a investimento em startups no Brasil levando mais informação a investidores e startups de todo território nacional. A Bossanova tem crescido e se fortalecido com os sócios: o Grupo BMG, desde 2017; o empresário Thiago Oliveira, desde 2019; o Grupo Primo, desde março de 2021, liderado por Thiago Nigro; e, a partir de abril de 2021, Janguiê Diniz, da Epitychia.

Para saber mais detalhes e garantir seu ingresso clique aqui.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.