Startup recebe aporte de US$ 4 milhões para fomentar o ecossistema de jogos NFT no Brasil

A BAYZ, startup inserida no universo gamer com o objetivo de fomentar o ecossistema de jogos NFT no Brasil, fechou uma rodada “seed” de US$ 4 milhões (cerca de R$ 22,5 milhões), liderada pela Yield Guild Games, com a participação de grandes investidores do mercado de games e criptoativos BITKRAFT e Delphi Digital.

Outros participantes da rodada incluem Valor Capital, Ascensive Assets, Fabric Ventures, Infinity Ventures Crypto, Arca e muito mais. Os investidores-anjo incluem Sebastien Borget (The Sandbox), Aleksander “Psycheout” Larsen , Jeff “Jiho” Zirlin (Axie Infinity) e Nickev (RumbleKongs e reNFTLabs).

Fundada pelos veteranos do esports, Matt “MobileMatt” Rutledge e João Borges, a BAYZ tem como objetivo remover as barreiras de entrada, introduzindo o modelo play-to-earn para mais pessoas em todo o mundo, começando pelo Brasil. O aporte será usado para solidificar a posição da BAYZ como uma guilda líder na indústria de jogos NFT, por meio de investimentos agressivos e parcerias com os principais desenvolvedores de jogos de blockchain, aumentando conteúdo produzido, rede de criadores e contratação de talentos.

BAYZ

Matt Rutledge e João Borges – Bayz.

“Com o crescimento do NFT e dos jogos baseados em blockchain, sabíamos que tínhamos uma oportunidade incrível de trazer a plataforma play-to-earn para aqueles que mais precisam”, disse Matt “MobileMatt” Rutledge, cofundador da BAYZ. “Ao construir nosso pipeline de conteúdo e infraestrutura, estamos comprometidos em criar os recursos necessários para ajudar os jogadores a aprender sobre o poder de jogar para ganhar e ajudar a integrá-los no metaverso.”

João Borges, cofundador da BAYZ acrescentou: “Acreditamos no poder da tecnologia blockchain e sua capacidade de ajudar os jogadores a mudarem de vida e agradecemos aos nossos investidores por acreditarem em nossa visão. BAYZ tem um papel importante em revolucionar a indústria de jogos e impactar positivamente a vida de milhões de pessoas, começando pelo Brasil.”

Como uma empresa pertencente e operada pela comunidade, a BAYZ usa uma estrutura de governança descentralizada (DAO). Uma parte dos fundos será alocada em um fundo para a comunidade BAYZ participar na determinação de como utilizar os fundos de uma perspectiva de impacto social.

“A visão da BAYZ de educar os jogadores em jogos de blockchain e desenvolver o ecossistema play-to-earn em sua região está alinhada com a missão da YGG de integrar mais pessoas ao Metaverso com play-to-earn. Com a experiência de Matt e João no Brasil, comunidades e e-sports de jogos mobile, acreditamos que esta parceria com a BAYZ nos permitirá fornecer mais valor e criar um maior impacto para a comunidade”, disse Gabby Dizon, cofundador da Yield Guild Games.

No início deste ano, BAYZ anunciou que a guilda possui a responsabilidade pela integração de novos jogadores no metaverso e na comunidade BAYZ dentro dos jogos em que opera. Criada no segundo semestre de 2021, a BAYZ já representa mais de três mil jogadores e criadores de conteúdo de jogos NFT pelo Brasil, em parceria com a YGG. A startup já produziu eventos e trabalhou em “scholarships” de Axie Infinity do país durante o ano de 2021.

* Foto de destaque: Matt Rutledge e João Borges, fundadores da Bayz.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.