A Hangarar, que oferece um marketplace de serviços aeronáuticos do Brasil e responsável pela maior base de dados de serviços do segmento da América Latina, recebeu aporte de R$ 1,1 milhão do GVAngels, grupo de investidores-anjo.

A startup, fundada em 2017, conecta pilotos de aviões executivos a serviços aeronáuticos, como abastecimento, hangaragem, taxas aeroportuárias e informações aeronáuticas, com apenas um toque, por meio do aplicativo desenvolvido pela empresa. Com o aporte, a startup quer lançar um novo produto, voltado para planejamento de voo. A ideia é conectar a solução ao marketplace da empresa.

“O Brasil tem a 2ª maior frota de aviões executivos do mundo. O potencial da Hangarar é enorme. Os 3 sócios têm expertise no setor aeronáutico, e a startup vem crescendo ano a ano, opera com lucro, vem conquistando clientes e espaço no segmento onde atua, e tem metas ambiciosas para o futuro. A ideia do aporte surgiu este ano, e estamos muito felizes com esta iniciativa notável e expressiva no segmento de aviação corporativa”, destacou Wlado Teixeira, diretor executivo do GVAngels, e líder do investimento do GVAngels na Hangarar   

Antes de receber o primeiro cheque de investidores, a Hangarar já havia sido selecionada como uma das 10 melhores ideias do programa Startup SP do Sebrae. “Criamos um elo seguro e eficiente entre operadores de aeronaves e prestadores de serviço”, disse Larissa de Carvalho, CEO e cofundadora da Hangarar. Com o aporte realizado pelo GVAngels, a startup irá lançar uma evolução do produto, o app de planejamento de voo mais avançado do Brasil, que será linkado diretamente ao marketplace da empresa.

“Identificamos que muitos pilotos e donos de aeronaves executivas decolavam sem saber com precisão os custos dos serviços aeronáuticos ligados à sua operação, ou perdiam um tempo valioso em busca de informações que deveriam ser de fácil acesso. Diante deste ambiente propício, desenvolvemos soluções que trouxeram mais transparência e previsibilidade de custos a este mercado, digitalizando todo processo de negociação, agendamento, e pagamento de serviços aeronáuticos para a aviação executiva, por meio de um elo seguro e eficiente, entre operadores de aeronaves e prestadores de serviço, construindo soluções que conectam toda a aviação geral e executiva”, explicou Larissa.

* Foto destaque: Larissa de Carvalho, CEO e cofundadora da Hangarar.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.