Apenas seis meses após a última rodada de investimento Série B de R$ 120 milhões, a Shopper, um dos maiores supermercados 100% on-line do Brasil, anunciou a captação de mais um aporte, dessa vez uma rodada Série C de R$ 170 milhões. Assim, no total, a startup já captou R$ 290 milhões neste ano. O novo aporte recebido é reflexo do forte ritmo de crescimento da empresa e da confiança do mercado mundial na startup brasileira, que tem inovado no varejo e transformado a forma de se fazer compras de itens de consumo doméstico. Com esse novo investimento, a Shopper se aproxima do status de unicórnio.

A nova rodada é liderada pelo GIC, fundo soberano de Singapura, e conta mais uma vez com a participação de investidores que participaram também da rodada Série B, como Quartz, de José Galló, um dos grandes nomes do varejo brasileiro e Chairman da Renner; Minerva Foods; Oikos (multifamily office); Floating Point, fundo sediado em NY. Esta última rodada de investimento liderada pelo GIC evidencia a robustez da startup, a qualidade do serviço e a posição de liderança da Shopper na América Latina.

Fundada em 2015 por Fábio Rodas (CEO) e Bruna Vaz (COO), a Shopper é o um dos maiors supermercados 100% on-line do Brasil baseado no modelo de Compra Programada – um jeito inteligente de se fazer compras de mercado, que reduz desperdícios, aumentando a previsibilidade e recorrência, e tem preços menores de forma sustentável. O cliente cria uma lista de compras e o sistema pré-programa as entregas para essa lista (uma vez por mês, semana ou a cada 2 semanas). O sistema então lembra o cliente de ajustar sua lista antes das próximas entregas pré-programadas e manter sua casa reabastecida antes que os itens acabem.

Esse modelo proporcionado pela Shopper alia tecnologia (toda desenvolvida pela startup, desde o sistema de gestão do centro de distribuição até os apps voltados para o consumidor), um vasto e exclusivo mix de produtos e o melhor atendimento ao cliente – a Shopper tem NPS de 87, o maior do setor. Tudo isso com praticidade, eficiência, redução de desperdício e ainda uma economia média de 12% ao mês para o consumidor (que se traduz em milhares de reais por ano para famílias grandes).

Planos para o investimento 

Com a rodada de investimento que foi recebida em Maio deste ano, a Shopper acelerou seu crescimento: lançou uma nova frente de negócio, a compra programada Fresh, com entrega semanal de frutas, verduras, legumes e produtos refrigerados, que permite ao consumidor ter itens frescos em casa sempre; tornou-se o primeiro supermercado do Brasil a neutralizar a emissão de carbono de toda a operação; passou a contar com Ramatis Rodrigues como novo VP Comercial (ex-CEO da Via Varejo e ex-VP Comercial do Pão de Açúcar); inaugurou um novo centro de distribuição, que fica localizado em Osasco (SP); e chegou a 75 municípios de São Paulo, superando a meta do começo deste ano, de 60 cidades.

Agora, com o novo montante captado neste mês de Dezembro, a Shopper vai impulsionar sua expansão para mais cidades paulistas, viabilizar a chegada ao Rio de Janeiro, realizar novas aquisições, reforçar o investimento em tecnologia e investir em captação de talentos – hoje, conta com mais de 1 mil colaboradores e pretende triplicar esse número até o final de 2022. A startup, que possui mais de 500 mil pessoas cadastradas em sua plataforma, calcula que este número deve passar de 1 milhão de pessoas até outubro de 2022.

“Estamos muito felizes com mais esse baita investimento em menos de um ano. Em 2021 captamos mais de 30 vezes o que captamos nos primeiros 5 anos de Shopper. Isso mostra que estamos no caminho certo, além de demonstrar a consolidação do nosso modelo de negócios e do que levamos para o dia a dia de muitas famílias: o melhor atendimento ao cliente e uma solução eficiente, econômica, que ajuda a simplificar o dia a dia das pessoas e o abastecimento de suas casas”, declarou Fábio Rodas, CEO da Shopper. “Mostra também que ter foco absoluto no cliente, muita simplicidade e resiliência dá seus frutos. Foi essa simplicidade da nossa organização e o foco no cliente que chamaram atenção do GIC (como dos outros investidores nossos). Agora vamos poder acelerar ainda mais, encantar ainda mais clientes e levar nosso serviço para a casa de mais famílias brasileiras”, completou.

“Estamos animados com a parceria com a GIC. Como um investidor que pensa no longo prazo, eles estão extremamente alinhados com nossa visão e propósito.” afirma Bruna Vaz, cofundadora e COO da Shopper. “Desde 2015 conseguimos transformar uma das indústrias mais tradicionais, que é a de supermercados. É um dos setores mais complexos e desafiadores para promover rupturas reais, com certeza. Mas com pensamento de longo prazo e consistência, acreditamos que é possível ”, concluiu.

Um balanço das rodadas 

No total, em pouco mais de 6 anos de fundação, a startup já realizou sete captações.  Em Janeiro de 2016, a startup recebeu aporte de R$ 120 mil, o que possibilitou as primeiras contratações (até esse ano eram apenas Fábio e Bruna panfletando, fazendo as compras para os clientes, montando os pedidos e entregando). Em novembro do mesmo ano , a Shopper captou R$ 450 mil de investidores-anjo, entre eles o ex-VP do Itaú, Márcio Schettini. Outras rodadas menores foram captadas também em 2017 e 2018.

Em maio de 2019, a startup recebeu investimento de R$ 10 milhões em sua Série A, que foi liderada pela Quartz (fundo de José Galló, chairman da Renner) e pelo Canary, além de outros investidores, como Ariel Lambrecht (fundador da 99, o primeiro unicórnio brasileiro) e Juscelino Martins, do Grupo Martins (atacadista de Uberlândia). Dois anos depois, em Maio de 2021, a shopper.com.br captou sua rodada Série B, no valor de R$ 120 milhões. Esse aporte foi liderado pela Minerva e pela Quartz, contando também com investidores como FJ Labs (fundo dos EUA), Floating Point VC (fundo dos EUA), FEGIK, Ariel Lambrecht (cofundador da 99), Oikos (multifamily office), Márcio Schettini (ex-VP do Itaú) e outros fundos internacionais. E agora, em dezembro de 2021, chegou o momento da rodada Série C.

* Foto em destaque: Fábio Rodas (CEO) e Bruna Vaz (COO), da Shopper.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.