O Arquivei, uma das maiores plataforma de gestão de documentos fiscais do Brasil, recebeu um novo aporte de US$ 48 milhões ( aproximadamente R$ 260 milhões). O aporte série B foi liderado pela Riverwood Capital, um investidor de tecnologia global focado em empresas de alto crescimento, e acompanhado pela International Finance Corporation (IFC) – membro do Grupo Banco Mundial, Constellation, NXTP e Endeavor Catalyst.

Conhecida por revolucionar a captura de DFes e ser a primeira plataforma 100% cloud capaz de habilitar empresas a armazenar, consultar e gerenciar notas fiscais de forma automática e segura, a startup tem como objetivo principal se tornar referência global em gestão e estratégia de documentos fiscais com o novo aporte. Para alcançá-lo, a companhia pretende investir em novos produtos e soluções que permitam maior acesso à inteligência de dados aos seus clientes, além de contratar mais 150 colaboradores no próximo ano, alcançando a marca de 400 funcionários em 2022.

Atualmente responsável por tramitar 13% de todas as NFes e 15% das CTes emitidas no Brasil, o Arquivei alcançou R$ 1 trilhão de valor transacionado dentro da base de clientes em 2021, um crescimento acima de 28% em relação ao ano anterior. Hoje, são mais de 100 mil CNPJs ativos na plataforma. “O Brasil é atualmente um dos países que mais coleta impostos no mundo e que possui um padrão de dados estruturados sobre todas as suas transações financeiras, permitindo que empresas tenham informações eficientes em relação a vendas e consumo. Isso é uma grande vantagem para serviços financeiros, que ainda utilizam bureau de informações de negativação ao invés de entender o comportamento das empresas, algo similar com o que já acontece com cartões de crédito”, relata o CEO da startup, Christian de Cico. “Com o aporte, queremos mudar esse cenário e revolucionar as operações de compras e pagamento, além de entregar insights e inteligência de negócio baseada em dados de documentos fiscais. A nota fiscal pode gerar comunicação e abertura de novos negócios entre empresas”, complementa.

“Estamos entusiasmados em apoiar Christian e o incrível time do Arquivei em sua missão de simplificar o gerenciamento de documentos fiscais, que continua sendo um processo complexo e fragmentado no Brasil”, diz Francisco Alvarez-Demalde, Cofundador e Managing Partner da Riverwood Capital. “O Arquivei é uma solução poderosa e fácil de usar para gerenciar e armazenar documentos e faturas com aplicações imediatas e de longo prazo para pequenas e grandes empresas”, complementa.

Ainda segundo o empreendedor, para promover toda essa nova dinâmica no mercado, o Arquivei pretende realizar a maior parte de contratações nas áreas de produto e tecnologia em 2022. “Hoje os documentos fiscais têm um grande potencial de gerar inteligência de dados e nossa missão será transformar burocracia em oportunidade. Tudo que é desagradável e mal visto em notas fiscais, nós transformamos em uma forma linear e tranquila de gestão. Portanto, as notas fiscais deixam de ser antagonistas para se tornarem protagonistas, trazendo o valor dela para o mundo corporativo”, informa.

O poder de organizar e gerenciar notas fiscais

Fundada em 2013 por Christian de Cico, Vitor de Araujo, Isis Abbud e Bruno Oliveira, o Arquivei tem como missão dar suporte ao compliance fiscal e transformar obrigações fiscais em otimização e inteligência para empresas, de forma rápida, acessível e confiável. Ao disponibilizar a consulta, download e gestão de documentos fiscais de diversas fontes, se integrando com a Secretaria da Fazenda, prefeituras, OCR, entre outras, a plataforma elimina o trabalho manual, que está sujeito a erros, economizando tempo e dinheiro para milhares de empresas no Brasil. O software conta ainda com diversas funcionalidades para aumento de produtividade, entre elas se destaca a integração com os principais ERPs, automatizando todas entradas de notas fiscais e atuando como fonte única de dados, além de permitir auditorias internas e externas de maneira eficiente e rápida. Hoje são 15 mil clientes, 100 mil empresas que têm seus documentos fiscais gerenciados e mais de 2,6 bilhões de DFes armazenados na plataforma.

Por meio da gestão de DFes, a plataforma transforma dados em informação, que podem ser úteis para diversos setores das empresas: fiscal, contábil, logística, compra, venda, P&D, entre outros. “A verdade é que depois da Arquivei as DFes têm outro valor e outra importância para as empresas do Brasil. Pouco a pouco, estamos revolucionando o mercado ao empoderar organizações, funcionários e seus sistemas com os dados de documentos fiscais”, pontua Christian de Cico.

Além do aporte, o Arquivei recentemente também foi umas das 50 startups escolhidas para o Programa Emerging Giants no Brasil, iniciativa desenvolvida pela consultoria KPMG com o objetivo de apoiar empreendedores de startups com destaque em suas jornadas de crescimento. Os convidados passarão por mentorias, farão conexão com outras Emerging Giants e com a KPMG para fomentar parcerias e negócios, participarão de eventos exclusivos e irão receber prestação de serviços customizados sob demanda.

* Foto em destaque: Sócios-fundadores do Arquivei: Christian de Cico, Vitor de Araújo, Bruno Oliveira e Isis Abbud  (esquerda p/ a direita).


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.