Agger, empresa de gestão para corretoras de seguros do Brasil, acaba de ser adquirida pelo search fund Arco Capital, que tem entre seus investidores nomes reconhecidos no cenário nacional como Raphael Klein (Kviv Ventures), Guilherme Bonifácio (cofundador do iFood) e Diego Libanio (cofundador do Zé Delivery), além de fundos e investidores internacionais com vasta experiência no mercado de tecnologia e de seguros nos EUA.

Com a aquisição, a marca tem como objetivo consolidar sua posição de principal parceira dos corretores e expandir sua atuação no país e no exterior. Somente nos últimos três anos, a insurtech dobrou o tamanho de seu faturamento e tamanho de equipe. Com o diferencial de efetuar cotações de 12 ramos diferentes de seguros, a empresa hoje é responsável por realizar mais de 18 milhões de cálculos mensais no País. Os valores da transação não foram divulgados.

Com a injeção do novo capital, a companhia pretende alcançar a marca de 60 mil usuários até 2024 – atualmente são 6.500 corretoras e mais de 40 mil usuários que utilizam suas soluções. A expectativa é de que a empresa ganhe ainda mais musculatura no mercado, focando ainda mais seus investimentos em produtos, tecnologia e atendimento.

Mesmo com a transição, toda a equipe de gestão da Agger irá se manter envolvida na empresa. Dentro do novo desenho, Gabriel Ronacher, managing partner da Arco Capital, assume como CEO da Agger. Com mais de 20 anos de empresa, André Marques passa a exercer a posição de diretor de operações. Já Leonardo Xavier é o novo diretor de tecnologia.

“Além de preservarmos todos os pilares estratégicos que já temos, o objetivo é dar ainda mais robustez para nossa operação, tendo nossos corretores parceiros sempre no centro de nossas ações. A Agger é uma empresa que já está revolucionando o mercado de seguros no Brasil com soluções tecnológicas que facilitam a vida destes profissionais. O que queremos agora é levar mais ferramentas para mais pessoas”, aponta o diretor de operações André Marques.

Eficiência e agilidade

Buscando levar ainda mais eficiência às corretoras de seguro, a entrada do fundo de investimento fará com que a Agger expanda o quadro de funcionários, aumentando sua capacidade de oferecer soluções aos clientes e se consolidando como o melhor e maior produto para os corretores de seguros. “O segmento de seguros é extremamente analógico, o que leva 25% dos corretores a não usarem nenhuma ferramenta de gestão. É um número muito alto para um país como o Brasil. Por isso, pretendemos levar mais tecnologia para esses profissionais, mas de uma maneira simples e intuitiva. Além de facilitar a vida do corretor, também ajudará as seguradoras a terem um portfólio mais ágil e eficaz. Por isso, pretendemos novamente dobrar o tamanho da nossa operação em até 3 anos”, aponta Marques.

Além disso, o diretor de operações da marca ressalta que a experiência internacional dos investidores da Arco Capital vai ajudar na oferta de produtos e aceleração do processo de digitalização do corretor. “Estamos liderando uma revolução no segmento de seguros e agora teremos ainda mais insumos para acelerar essas mudanças”, completa.


* Foto em destaque: André Marques (diretor de operações), Gabriel Ronacher (CEO) e Leonardo Xavier (diretor de tecnologia) da Agger.