Após mais de dez anos de espera, a graduação em Direito na modalidade EAD (ensino a distância) está prestes a sair do papel. A expectativa aumentou desde julho, quando instituições de ensino superior (IES) começaram a relatar a aprovação das propostas de curso pela comissão de avaliação do Ministério da Educação (MEC). Segundo pesquisa da consultoria Educa Insights, a oferta de vagas no Direito EAD terá um papel fundamental na retomada das matrículas no primeiro semestre do ano que vem haja vista que 66% dos entrevistados responderam que estariam dispostos a se matricular no curso.

Diante disso, a +A Educação, ecossistema para Ensino Superior e Profissional da América Latina, acaba de fazer a aquisição da edtech Sistema Faculdade para melhorar a qualidade da formação de futuros advogados.

Desde 2019, a empresa já investiu R$ 120 milhões na construção de sua própria plataforma de conteúdo e tecnologias educacionais, sendo que metade desse valor foi destinado para aquisições de seis startups, que complementaram o portfólio. Os valores da transação não foram divulgados.

“O Sistema Faculdade vinha despontando no cenário nacional por oferecer uma solução única e inovadora para área de Direito, portanto, fizemos essa aquisição estratégica para ampliar nossas soluções integradas e reforçar o nosso propósito de expandir os horizontes do conhecimento por meio de experiências educacionais transformadoras”, destaca

Celso Kiperman – +A Educação.

Dentre as soluções do Sistema Faculdade, destaque para o núcleo eletrônico de práticas jurídicas, que permite que os alunos do curso de Direito desenvolvam a prática a partir de casos simulados no ambiente online.

O objetivo é treiná-los em atividades como elaboração de peças prático-profissionais, atuação processual e pré-processual, assim como atividades não contenciosas, dentre outros. Além de possuir casos práticos fictícios, o sistema viabiliza a transformação digital do ensino presencial para o curso EAD, e fornece acompanhamento em tempo real dos processos em tramitação.

Com a operação, a +A Educação passa a atender mais instituições renomadas, como Ânima Educação, Unimar, Unileão, Faculdade Ari de Sá, entre outras.


* Foto em destaque: Celso Kiperman, CEO da +A Educação.