Hub Home Box, marketplace especializado em clubes de assinatura, foi uma das startups selecionadas para a edição 2021 do Programa Shark Tank Brasil da Sony. Fundada há um ano pela empreendedora Luciana Pimenta, a startup já é o maior e-commerce especializado em clubes de assinatura do país, contando com cerca de 100 clubes associados.

Este mercado ainda tem muito potencial no Brasil. Um estudo da ABCOMM (2020) aponta que as compras por assinatura movimentam no Brasil ao menos R$ 1 bilhão ao ano, contando com mais de 4 mil empresas. Esse potencial atraiu a CEO e sócia-fundadora da ATOM S/A Carol Paiffer, que decidiu investir no negócio.

A ideia inicial era oferecer aos “tubarões 15% da empresa em troca de um aporte de R$ 940 mil, mas Carol pediu 35%, no mínimo, em troca do mesmo valor. Após consultar seu sócio, Bruno Barasch, a contraproposta feita por Luciana foi de 30%, com condição de haver uma nova renegociação em um ano. Indagada a respeito de o porquê a proposta deveria ser aceita, Luciana foi enfática. “Amo o que faço, acredito muito neste projeto e estou 100% dedicada, querendo que este mercado cresça.” Convencida, a investidora pretende implementar melhorias no negócio. “Há muito a ser feito, principalmente nas áreas de marketing e ações com influenciadores, além de investir nos relacionamentos B2B e B2C, mas pode contar comigo”.
Oportunidade na dificuldade – A frase de Platão “a necessidade é a mãe de todas as invenções” pode ser perfeitamente aplicada ao mundo dos empreendedores. E foi por conta de uma necessidade que Luciana identificou que havia ali uma oportunidade de criar um negócio lucrativo. “A partir de uma experiência pessoal, identifiquei que, de um lado, localizar clubes de assinatura não era uma tarefa fácil, mesmo com os recursos digitais atuais e que, de outro, muitas empresas poderiam transformar suas soluções e produtos em uma assinatura.
Desta forma, nasceu o Hub Home Box, um verdadeiro ponto focal sobre clubes de assinatura para diferentes perfis de consumidores no Brasil. Com este investimento, vamos expandir nossa equipe, promover aprimoramentos no portal e fortalecer nossas campanhas de comunicação com consumidores e de relacionamento com os clubes, acelerando nosso plano de expansão”, afirma a fundadora e CEO da Hub Home Box.

O marketplace já conta com 70 mil sessões por mês e um ticket médio de R$ 120. As vendas vêm crescendo mês a mês, com destaque para assinaturas nas áreas de atividades manuais, alimentos e lingeries. Estima-se que, em média, por dia, 600 novos consumidores assinem os mais diversos tipos de pacotes no mercado brasileiro como um todo.

Para além dos já conhecidos clubes de bebidas (vinhos, cervejas), comidas (orgânicas), flores e livros, o campo nesta área ainda é vasto, vem crescendo de forma consistente nos últimos cinco anos e ganhou um impulso ainda maior com a pandemia. “A minha ideia não era somente fazer parcerias com clubes de assinaturas, mas também de trazer visibilidade e suporte para os empreendedores e microempreendedores que não podem contar com altos investimentos”, revela.

A diferença entre o clube de assinatura e uma encomenda comum é que os clubes são um serviço regular e dão aos assinantes experiências personalizadas de recebimento. Desde o detalhe da caixa até a seleção de produtos, a sensação que o cliente tem ao receber seu kit é a de ganhar um presente. “As boxes chegam na casa das pessoas sempre com alguma surpresa além do produto esperado, como um brinde inusitado, uma guloseima ou um cartão personalizado de agradecimento”, explica Luciana Pimenta.

O Hub Home Box oferece expertise com a criação e com a logística aos novos empreendedores associados. “Trata-se de um serviço exclusivo para facilitar a entrega dos combos e oferecer uma experiência única ao cliente, sem que ele receba nada atrasado ou danificado”, diz. O consumidor tem ainda benefícios como desconto na primeira compra e acesso a um programa de fidelidade. Já os clubes, além da visibilidade e estratégias de comunicação conjuntas, têm acesso ao Sistema de Controle e Gestão de Assinantes e orientações, itens que reduzem de forma significativa a necessidade de investimento inicial para empreendedores que desejem ingressar nesta área.
* Foto em destaque: Luciana Pimenta, CEO e Fundadora do Hub Home Box.

Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.