Na última sexta-feira (26), aconteceu o 2º Corporate Venture Summit organizado pela FCJ Venture Builder. O evento foi totalmente focado em Inovação Corporativa e trouxe conteúdos exclusivos para empresas atentas às demandas do futuro. 

Após quase dois anos de pandemia, um painel sobre saúde não poderia faltar. Para falar sobre as tendências de investimento e tecnologia do segmento, Fabio Veras, CEO da Saúde Ventures, ministrou o papo com Carlos Zago, CEO da Molkom Ventures, Mauro Freitas, CEO da GBG Ventures, Dr. Galasso, Medical Advisor e cofundador da Saúde Ventures e Rafael Kenji, CEO da Feluma Ventures. 

Rafael Kenji iniciou o papo falando sobre a importância do investimento no setor de saúde. “O investimento em saúde vai além do atendimento médico, é a jornada do paciente e ela começa no momento que ele entende que precisa de atendimento médico e tem direitos”, explicou. Ele disse que como as empresas já começaram a perceber isso, novas soluções estão atuando nas dores específicas durante a jornada do paciente e precisam do financeiro para avançar. 

Carlos Zago foi o segundo palestrante a falar e disse que a Molkom Ventures, como uma venture que busca pesquisadores e investe em pesquisas de novos tratamentos e medicamentos, está trazendo uma startup para o Brasil que atua na busca de soluções contra o câncer de mama, ou tratamento genético que silencia o gene do câncer de mama tipo negativo. 

“Temos todo potencial, toda tecnologia necessária para começar a cultivar tudo isso. O que falta para o Brasil? Nós temos biodiversidade, formação, pessoas, nós temos uma das maiores produções científicas do mundo. O que falta é o capital. Realmente enxergamos as boas pesquisas que merecem investimento para serem transformadas em medicamentos”, completou. 

Já a GBG Ventures, que foi representada no painel pelo CEO Mauro Freitas, investe no desenvolvimento de soluções, ferramentas e serviços para pessoas idosas, dos 70 anos para cima. 

“Com a população envelhecendo o cenário de entretenimento e mobilidade urbana irá mudar, todo cenário irá mudar. Estamos com o olhar na dignidade humana, na manifestação de vontade, no protagonismo do ser humano e tudo vai depender dessas soluções e tudo tem a ver com o direito humano. Nós queremos ter soluções para a próxima geração, então estamos chamando investidores com esse espírito e estamos chamando startups do Brasil e exterior”, explicou Mauro. 

Ele terminou dizendo que o foco para os idosos ainda é raro no País, mas com qualidade e inovação escalável, é possível ter a oportunidade de falar sobre o envelhecimento no Brasil. “Eu quero muito que o Brasil seja protagonista nisso e que leve as soluções para as pessoas, para que elas possam viver com qualidade”. 

Dr. Galasso fecha a roda de conversa do painel dizendo que acredita que nos próximos 15 anos, o País terá um boom gigantesco de novas soluções, novas startups e mais investimentos na saúde. “Quando falamos de investimento em saúde, estamos falando de prevenir e não tratar, em trazer melhor qualidade de vida para as pessoas, para conseguir melhorar todo o resto. Essa é a importância da rede de apoio e o trabalho em conjunto, com essa força podemos influenciar a saúde”, complementou.

O 2º Corporate Venture Summit  ocorreu de forma híbrida, com alguns convidados assistindo as palestras presenciais, mas todos puderam acompanhar as mais de 9h horas de imersão e troca  com empreendedores, investidores e executivos no Youtube da FCJ


Foto destaque: Carlos Zago, Fabio Veras e Rafael Kenji.