* Por Rubney L. Belloni

Gerir uma empresa da maneira correta requer que o empresário tome diversos cuidados relacionados ao controle contábil do negócio. Para que a gestão ocorra apresentando resultados positivos, o registro contábil se apresenta como uma ferramenta aliada dos contadores e empresários na busca pela otimização do desempenho da empresa.

Qual é a função do registro contábil de uma empresa?

O registro contábil assinala todos os eventos ligados à economia e ao financeiro da empresa. Por meio dele, contadores e empresários conseguem saber sobre a saúde financeira do negócio, analisando receitas, gastos e permitindo saber quanto é gerado de lucro ou de despesa. Ainda é possível saber por meio do registro contábil o total dos bens que foram acumulados e o patrimônio líquido da empresa.

De acordo com a Interpretação Técnica Geral (ITG), aprovada em 2010 pelo Conselho Federal de Contabilidade, o registro contábil é obrigatório para todos os tipos de empresa, independentemente de seu formato jurídico ou aporte financeiro.

O registro contábil é sempre feito por um contador, porém ele não trabalha sozinho, pois precisa de informações que só podem ser fornecidas pelo empresário responsável pela gestão da empresa. 

Registro contábil: parceria entre contador e empresário.

Como dito antes, contador e empresário colaboram juntos para que o registro contábil da empresa seja processado corretamente.

O contador será o responsável pela visão técnica do procedimento, verificando que tudo esteja de acordo com o Conselho Federal de Contabilidade. Já o empresário deve fornecer todas as informações econômicas solicitadas pelo contador. Tudo deve ser relevado com clareza e honestidade, visando o melhor resultado para a empresa. 

Às vezes, surgem dúvidas a respeito de quais informações devem ser fornecidas. Não há como padronizar, cada caso será diferente e dependerá do tipo de serviço prestado pelo contador. Comumente, as informações são sobre pagamentos de impostos e folha de pagamento. Contudo, estas podem ser informações que o seu contador já saiba por controlar esses serviços para a empresa.

Entre as informações que serão certas do contador depender da ajuda do empresário estão os extratos bancários da empresa, comprovantes de pagamento de despesas, contratos de aluguel, etc. Ou seja, todos os dados que não passam pelo contador devem ser fornecidos pelo empresário.

Lembrando que, tratando-se de periodicidade, não há um prazo determinado legalmente, mas, habitualmente, o registro contábil é feito mensalmente.


Rubney L. Belloni, tem 28 anos e é CEO na BLN Contabilidade. Possui Bacharel em Ciências Contábeis pela UNIP Assis/SP e MBA em Controladoria de Empresas pela UNIP Assis/SP. É professor, voluntário e conselheiro fiscal no Vozes | Instituto Gerando Falcões e voluntário na Casa de Acolhida Pietá – Núcleo São Paulo/SP.