* Por Eduardo Tardelli

Foi-se o tempo em que apenas gigantes multinacionais se preocupavam com normas e processos, agora é um dever de todas as empresas estarem atentas a isso, principalmente as startups. Segundo a Associação Brasileira de Startups (Abstartups) são quase 14 mil startups nos País, representando um salto de 35% em relação a 2018. 

Com o aumento da concorrência, cada vez mais é necessário que empresas inovem para ganhar mercado e um aspecto que pode ajudar muito nisso é o compliance – um conjunto de normas e boas práticas que tem o objetivo de garantir segurança e minimizar riscos, fazendo com que normas e leis sejam respeitadas. Por isso separei 3 dicas práticas de compliance para ajudar sua startup estar um passo à frente:  

1 – Entender os sistemas regulatórios da sua área: Claro que em áreas da saúde, por exemplo, o sistema regulatório é muito mais forte, mas todas as áreas têm suas regulações próprias. É preciso estar muito atento a isso justamente porque este é o primeiro passo para definir as medidas de compliance. Além disso, garante que não virá uma multa por descumprimento da regulamentação no futuro; 

2 – Não separar as regras de compliance da cultura da empresa: Não existe motivo para tratar os assuntos de maneira separada quando as duas coisas andam juntas para o desenvolvimento da startup. Unir as regras de compliance ao DNA da empresa só vai fazer com que seja mais fácil para os colaboradores entenderem o que esperam deles; 

3 – Explicitar as medidas de compliance: Uma das necessidades de compliance nas startups está diretamente ligada a investimentos externos já que nenhuma empresa investidora quer estar atrelada com ilicitudes. Portanto é importante manter as boas práticas justamente para garantir investimento externos e manter os que já têm. 

E você, caro empreendedor, já aplicou essas dicas em sua startup?


Eduardo Tardelli é CEO da upLexis, empresa de software que desenvolve soluções de busca e estruturação de informações extraídas de grandes volumes de dados (Big Data) da internet e outras bases de conhecimento.