Estão abertas as inscrições para o MAPFRE Open Innovation, desafio de inovação da seguradora que busca encontrar soluções inovadoras capazes de impulsionar os negócios da companhia no País.

A MAPFRE, empresa global especialista em serviços no setor de seguros, criou em 2018, o MOI (MAPFRE Open Innovation), uma plataforma para alavancar inovação e transformação digital dentro da empresa, com foco no atendimento e na melhor experiência dos clientes e na rentabilidade do negócio.

A iniciativa é global e atua por meio de uma comunidade formada por escritórios em diversos países que compartilham projetos, boas práticas e conhecimento. O Brasil é um dos escritórios de inovação distribuídos pelo mundo e segue as mesmas premissas globais: identificar as dores e oportunidades onde a inovação pode impulsionar o negócio, de acordo com as particularidades da atuação da companhia no país.

Em sua primeira edição, das 56 startups inscritas, cinco projetos foram selecionados para a realização de PoC (prova de conceito). Uma delas foi finalizada, com a possibilidade de integração com a empresa e as outras quatro estão em desenvolvimento.

Para esta segunda edição do MAPFRE Open Innovation, foram mapeados 3 temas a serem priorizados:

1) Otimização do relacionamento com clientes e distribuidores

O objetivo deste desafio é tornar a jornada do seguro ainda mais amigável, por meio da disponibilização de diferentes canais, para que o cliente e o distribuidor possam escolher aquele que melhor se adequa à sua necessidade, e assim ser atendido de maneira mais rápida e efetiva.

2) Efetividade na conversão de vendas por meio da personalização da oferta baseada em dados

O objetivo deste desafio é ampliar a conversão de vendas por meio de ofertas personalizadas, com base na inteligência de dados para que o produto seja adequado e customizado da melhor forma ao cliente

3) Eficiência Operacional

O objetivo deste desafio é otimizar a eficiência operacional, adotando novas tecnologias que possam contribuir com a gestão técnica, de recursos, e de riscos de toda a jornada de seguros.

Podem se inscrever startups em desenvolvimento que já possuam produtos prontos que respondam aos desafios acima com fácil implantação, que já tenham lançado seus produtos e serviços no mercado segurador ou em outros setores. Os projetos selecionados também passarão por um processo de desenvolvimento de PoC ou Piloto, com reuniões semanais com a área de inovação da MAPFRE.

Flávia Varga, Head de Inovação da MAPFRE.

“Entendemos que há muitas oportunidades para a inovação dentro da companhia, razão pela qual queremos estar mais próximos de startups. Além de soluções operacionais para otimizar os processos internos, a MAPFRE espera das startups soluções inovadoras que possam não apenas resultar em novos produtos ou serviços, mas em uma nova maneira de o consumidor enxergar os seguros. Buscamos startups que sejam nossas parceiras e se tornem uma fornecedora oficial da MAPFRE.”, destaca Flávia Varga, Head de Inovação da companhia.

Clique aqui e inscreva-se!

Mercado de seguros no Brasil

A pandemia do coronavírus acelerou algumas mudanças no mercado de seguros que o setor já vinha sinalizando. Segundo Flávia, a consolidação do serviço on-line é uma das mais fortes tendências de mercado em 2021.

Fatores como o isolamento social e a redução nos recursos financeiros das famílias também fizeram surgir novos produtos e impulsionaram o setor de seguros gerais e os seguros de vida, que tiveram crescimento significativo em contratações no período. Ao mesmo tempo, a forma de entregar os atuais produtos aos consumidores também mudou. “Hoje, os negócios são quase que exclusivamente virtuais, pelo menos em grande parte dos respectivos processos. Essa experiência, embora provocada por uma circunstância mundial de saúde, deverá se perpetuar, uma vez que já vinha ocorrendo, ainda que em passos mais lentos”, conclui Flávia.

Para mais informações e inscrições, clique aqui.