O Clubhouse, mídia social baseada na voz que conquistou milhares de pessoas no início deste ano e lançada inicialmente para iPhones, passou a estar disponível também para usuários de Android. Em um primeiro momento, apenas usuários dos Estados Unidos terão acesso à novidade. 

“Nosso plano para as próximas semanas é coletar feedback da comunidade, corrigir problemas que forem observados e trabalhar para adicionar alguns recursos finais, como pagamentos e criação de clubes, antes de implementá-los de forma mais ampla”, disse o Clubhouse em seu blog oficial. 

Como parte do esforço para manter o crescimento da plataforma, a empresa informou que vai continuar com o sistema de lista de espera e de convites, garantindo que cada novo membro da comunidade possa trazer alguns amigos próximos. 

“Conforme avançamos e continuamos a expandir o back-end, planejamos começar a abrir ainda mais, dando as boas-vindas a milhões de pessoas da lista de espera do iOS, expandindo o suporte a idiomas e adicionando mais recursos de acessibilidade, para que as pessoas em todo o mundo possam experimentar o Clubhouse de uma forma que parece nativa para eles. Quer você seja um criador, um organizador de clube ou alguém que deseja apenas explorar, estamos muito animados em recebê-lo na comunidade”.

Aplicativo é avaliado em R$ 4 bilhões

Em abril, após o receber um aporte que não teve valores revelados, o Clubhouse passou a ser avaliado em R$ 4 bilhões. Em maio do ano passado, o Clubhouse já estava avaliado em cerca de US$ 100 milhões, mesmo tendo apenas 1.500 usuários na época. A empresa viu seu aumento de popularidade após as aparições dos bilionários Elon Musk e Mark Zuckerberg na plataforma.