Jovens universitários ajudam empreendedores com dificuldades financeiras e de adaptação no enfrentamento ao Covid-19. Máscaras, uso do álcool em gel e distanciamento social: a pandemia do novo coronavírus transformou a vida da população. Mas, junto com as medidas de proteção, o surgimento do vírus também alterou a economia dos países. Segundo dados do IBGE, 2020 terminou com 13,9 milhões de brasileiros desempregados. Dentro desta estimativa, quem mais sofre são pequenos e microempreendedores que, sem as condições necessárias para continuar, são obrigados a fecharem suas portas.

Em vista desse cenário preocupante, jovens estudantes se reuniram para oferecer consultorias gratuitas. O Transforme SP é uma iniciativa que surge com a função de ajudar pessoas que estão passando por crises causadas pela pandemia por meio de projetos. A partir de doações, Empresas Juniores (EJs) do Estado de São Paulo conseguem viabilizar soluções desenvolvidas por universitários. 

Vera Barbosa foi uma das beneficiadas pelo projeto em 2020. Sócia de uma confeitaria, Vera passava por dificuldades com seu negócio. Assim que começou a ter consultorias com estudantes de Marketing do Transforme SP, a situação melhorou. “[O projeto] ajudou a recuperar boa parte das vendas e conseguimos trazer vários clientes. A venda da páscoa acabou sendo 10% mais lucrativa que as vendas do ano passado”, relata.

No caso da confeitaria, os estudantes fizeram uma análise interna da empresa e outra externa, para avaliar o mercado que aquele serviço está inserido. Para Júlia Bottoni, gerente de projetos da EJ que forneceu essa ajuda, o objetivo é estruturar a marca e fazer com que ela participe com mais igualdade no mercado. Ela ainda conta que “ajudar o negócio das empresas a sobreviver é muito importante, algo que ajuda não só aquele pequeno empreendedor, mas a economia de um modo geral.” 

As Empresas Juniores (EJs) são organizações sem fins lucrativos compostas por universitários de diversas áreas. Dentro de EJs, jovens têm a oportunidade de entrar em contato com o mundo empresarial e colocar em prática o que aprendem em sala de aula. Dessa forma, as EJs contribuem para a formação de jovens e a transformação do Estado de São Paulo através da vivência empresarial com projetos, consultorias e serviços personalizados. Por meio do Movimento de Empresas Juniores, cases de sucesso surgem e impactam positivamente a sociedade, como o Transforme SP, sendo capazes de mudar vidas.

O Transforme SP está presente em diversas cidades do Estado. A Federação de Empresas Juniores do Estado de São Paulo (FEJESP) e os Núcleos regionais (Núcleo Bauru, Núcleo São Paulo, Núcleo São Carlos e Núcleo Campinas) são as instituições por trás do projeto que visa diminuir o impacto econômico da crise ao ajudar na manutenção do emprego e da renda no Estado de São Paulo.