A Sequoia anunciou em comunicado enviado ao mercado, que adquiriu 100% das quotas do capital social da Frenet, plataforma de soluções digitais de transporte para o mercado B2C. A consumação da transação, cujo valor não foi revelado, está sujeita ao cumprimento de determinadas condições precedentes. 

Fundada em 2015, a Frenet oferece soluções integradas aos seus clientes e atualmente, possui conexão com mais de 80 plataformas de e-commerce e ERPs, com 14 mil sellers ativos conectados e mais de 60 milhões de cotações mensais.

A Frenet faz a integração do site do seller às transportadoras, trazendo de forma automática o cálculo de fretes, prazos e etiquetas inteligentes, integrando mais de 300 soluções de frete em uma só interface. Ofertando diversos tipos de produtos aos seus clientes, a Frenet busca, através de ferramenta online, aumentar a transparência do custo de transporte, criando uma dinâmica competitiva entre provedores e permitindo que os sellers tenham opções antes acessíveis apenas aos grandes embarcadores.

No ano de 2020, Frenet registrou faturamento bruto de R$4,3 milhões, com crescimento de 82% sob o ano anterior, e alcançou mais de 4,2 mil sellers pagantes, com R$736 milhões de cotações de frete. A companhia ressalta que a Frenet será complementar à sua estratégia de penetração no mercado de e-commerce e terá sinergias significativas com a plataforma SFx, lançada em novembro de 2020, que disponibiliza soluções integradas de coleta e entrega rápida de produtos, além de beneficiar desde o pequeno lojista até as grandes redes de varejo.

Ricardo Duarte Saita, cofundador e CEO da Frenet.

“Essa aquisição permitirá à companhia ampliar sua capacidade de atendimento ao e-commerce, principalmente nos segmentos de micro, pequenos e médios sellers, num mercado endereçável de 1 milhão de lojistas e vinculada ao SFx. A novidade também deve reforçar também o compromisso da companhia em seguir realizando investimentos e expandindo sua operação digital, conforme anunciado na abertura de capital”, disse a Sequoia em comunicado ao mercado.

Após todos os cumprimentos legais e do eventual fechamento da transação, a companhia irá prover maiores detalhes sobre as condições da aquisição. A companhia manterá seus acionistas e o mercado em geral devidamente informados, nos termos da legislação aplicável.