A Neon Pagamentos anunciou hoje a aquisição da fintech ConsigaMais+, plataforma especializada em crédito consignado privado. Com a operação, que não teve valor revelado, a Neon ingressa em um novo segmento e expande a oferta de serviços.

Fundada em 2018 por ex-executivos de Citibank e pela Osher Investimentos, a ConsigaMais+ angariou relevantes grupos empresariais conveniados, abrangendo 430 mil colaboradores. Nesse período, atuando por meio de FIDCs, a fintech construiu uma carteira de crédito de aproximadamente R$ 150 milhões, junto a empresas dos mais diversos setores.

“Com a integração à Neon Pagamentos, pretendemos acelerar ainda mais nosso crescimento com o produto de consignado, bem como ampliar o leque de ofertas dentro do segmento de crédito ao consumidor”, diz Victor Loyola, um dos sócios da Consiga Mais+.

“Assim como a Neon, a ConsigaMais+ foi uma fintech pioneira ao oferecer serviços financeiros digitais para um público da classe C expandida, ajudando-o a ter maior controle sobre seus orçamentos. Por meio dessa aquisição, ganhamos um novo produto, um time excelente e mais know-how sobre o mercado de crédito. Vemos uma sinergia grande entre as empresas e estamos muito animados para o que vem pela frente”, diz Rafael Matos, head de M&A e novos negócios da Neon.

A transação envolveu também troca de ações — os sócios da ConsigaMais+ passam a ser executivos e sócios da Neon e toda a estrutura e os funcionários da fintech de crédito consignado serão incorporados ao grupo. A ConsigaMais+ permanecerá operando como uma unidade independente dentro da Neon, valendo-se das sinergias entre os negócios para ampliar sua curva de crescimento.

“A Neon foi fundada com a missão de trazer mais brasileiros para uma vida financeira saudável e oferecer um serviço simples de usar, sem tarifas escondidas, acessível a todos. Quando falamos de aquisições na Neon, dizemos que 1+1= 11. Iremos fortalecer o trabalho das duas empresas: poderemos oferecer um crédito justo e ajudar ainda mais pessoas a colocar suas finanças em ordem. Será uma união inédita no mercado brasileiro, entre as duas fintechs mais bem colocadas no ranking do LinkedIn, ambas no top 10 neste ano”, diz Matos.

Outras aquisições

A aquisição da ConsigaMais+ é a terceira da Neon. A primeira depois do aporte de US$ 300 milhões anunciado em setembro. 

A primeira compra do banco digital foi anunciado em setembro de 2019. Após a aquisição da MEI Fácil, o Neon lançou em outubro desde ano conta feita sob medida para o MEI.

“A Neon nasceu com a missão de simplificar a vida financeira das pessoas, oferecendo uma experiência incrível e acessível. Hoje, nosso propósito é empoderar as pessoas para que elas tenham mais domínio da sua vida financeira. O propósito continua o mesmo. A união com a MEI Fácil torna o nosso sonho ainda maior”, afirmou Pedro Conrade, fundador da Neon, na época.

Em julho, a fintech investiu na compra da Magliano Invest com o objetivo de oferecer aos seus clientes serviços de investimentos também. 

Toda a estrutura e os funcionários da Magliano foram incorporados à Neon. A operação não incluiu a carteira de clientes da corretora. “Estamos muito animados com a possibilidade de replicar a experiência digital que a Neon trouxe para os produtos bancários no mundo dos investimentos”, disse Jean Sigrist, presidente da Neon.