BRANDED CONTENT

As mudanças no hábito do consumidor nos últimos anos exigem também uma mudança na estratégia de grandes corporações. Com isso, a aceleração da transformação digital trouxe a possibilidade de proporcionar ao consumidor uma experiência cada vez mais customizada e centrada no que ele realmente deseja.

Durante esse processo de migração para o digital, entretanto, além de estar atento às mais novas disrupções do mercado, um líder deve trabalhar a cultura organizacional de sua empresa para que todo o time esteja integrado, saiba trabalhar com as novas tecnologias e alcance uma alta performance.

Na teoria, tudo parece muito fácil, mas a realidade aponta outro caminho. As dificuldades são vistas em todos os cenários: desde recursos financeiros à gestão de gente. Segundo a pesquisa Top Insights for the C-Suite, realizada entre 2018 e 2019 pela Gartner, 80% dos executivos C-Level esperam mudanças significativas no modelo de negócios em resposta à transformação digital, mas percebem que não podem inovar a organização apenas com investimentos incrementais.

Em uma outra pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Instituto FSB, só 33% afirmaram ter profissionais dedicados exclusivamente aos processos inovativos.

Assim, com o objetivo de educar e ajudar as grandes empresas a alcançarem um mindset de startup, com inovação em seus processos e uma cultura baseada na nova economia, o núcleo de Inovação e Digital Business do Grupo Stefanini, considerada a multinacional brasileira mais internacionalizada no setor de tecnologia, em parceria com o STARTUPI e o Centro de Liderança e o Núcleo de Empreendedorismos e Inovação da Fundação Dom Cabral, está lançando a websérie Innovation Ecosystem.

GARANTA SEU INGRESSO!

Segundo Geraldo Santos, diretor-geral do Startupi, “temos como propósito fomentar o empreendedorismo e a inovação no País e prezamos muito por trabalhar em colaboração com players do mercado, neste caso, Stefanini e Fundação Dom Cabral, são sinônimos de profissionalismo e competência em suas áreas de atuação. Por isso, é uma honra fazer parte desta Série e levar mais informação e troca de conhecimento para o mercado corporativo, onde temos atuado muito de perto nos últimos três anos para contribuir com o processo de open innovation e conexão com startups”, afirma Geraldo sobre a parceria na construção do projeto.

Composto por sete episódios, o projeto abordará a importância de grandes corporações adicionarem às suas rotinas o empreendedorismo, a inovação e a transformação da cultura organizacional.

O primeiro episódio, moderado por Geraldo Santos, reunirá ainda Marco Stefanini, CEO Global da Stefanini, Ricardo Dutra, CEO da PagSeguro/PagBank, e Hugo Tadeu, professor e líder do centro de referência em inovação nacional da FDC, e acontece online no próximo dia 29, às 18h30.

Com o tema ‘Mercado, Inovação e Ecossistema – Um olhar sobre os os desafios, os impactos de mercado, ecossistemas de empreendedorismo e inovação’, os participantes vão levantar o aspecto base da discussão que tomará corpo ao longo dos episódios.

“A inovação deve ser um processo estruturado, destacando o alinhamento com a estratégia, gestão do portfólio de projetos e métricas de resultado. Além disso, trata-se de uma agenda relacionada ao acúmulo de conhecimento e cooperação, algo além das ideias brilhantes e geniais de poucos empreendedores de garagem. O Innovation Ecosystem será uma excelente oportunidade para o diálogo e abordagem da inovação como prática”, afirma Hugo Tadeu, da FDC.

Durante o painel, os espectadores poderão enviar perguntas ao vivo e debater tópicos práticos que cercam o dia a dia dos negócios e dos executivos, bem como entender como criar um processo de cultura para agilizar a transformação digital, conhecer soluções adotadas por empresas de diversos setores e dicas de como construir as pontes necessárias para o estabelecimento de uma nova cultura alinhada ao contexto e realidade atual do mercado.

Para Marco Stefanini, “A inovação é dinâmica e pode permear todas as organizações, embora muitos a associem exclusivamente às startups. Para atingi-la, o primeiro passo é pensar em algo que vá realmente mudar o negócio do cliente. Devemos sempre pensar na oportunidade que temos para fazer grandes negócios e melhorar a vida das pessoas. Mais do que novas tecnologias, a transformação digital, que se acentuou durante a pandemia, é uma mudança de cultura impulsionada pela liderança. O Innovation Ecoystem será uma boa oportunidade para abordarmos como o intraempreendedorismo e a cocriação são os caminhos mais eficientes para pavimentar um ecossistema de inovação contínuo nas empresas. Mais do uma ideia, a inovação é a capacidade de executar aquilo que se propõe”, conclui.

Próximos temas

Além de ‘Mercado, Inovação e Ecossistema’, a websérie abordará mais três temas ao longo dos próximos episódios: Ecossistema e empreendedorismo; Futuro dos negócios (bancos, vareio, indústria e marketing); e Corporate Venturing.

O primeiro episódio acontece dia 29 de outubro, às 18h30 e as inscrições podem ser feitas pelo link. 


Quer acompanhar de perto o que acontece de mais relevante no ecossistema de inovação e startups? Acesse nossas redes sociais e cadastre-se na Newsletter Startupi, aqui.