O Facebook anunciou esta semana dois novos recursos às empresas que utilizam a versão Business do WhatsApp, que agora passa a ser paga. Com a atualização, será possível vender, receber pagamentos e realizar o atendimento ao cliente, tudo no aplicativo.

Em nota, o aplicativo afirmou que “a pandemia global provou que as empresas precisam de meios rápidos e eficientes para atender aos clientes e fechar vendas. Durante esse período, o WhatsApp se tornou um recurso ainda mais simples e útil para todos, e mais de 175 milhões de pessoas enviam mensagens a contas do WhatsApp Business diariamente. Os resultados de uma de nossas pesquisas mostraram que as pessoas preferem enviar mensagens a empresas para obter ajuda e que a probabilidade de fechar compras é muito maior quando a opção de enviar mensagens está disponível”.

Os novos recursos surgem, portanto, para tornar a troca de mensagens o melhor meio de conexão entre clientes e empresas. Dentre as soluções está a compra e venda de produtos dentro do aplicativo, onde o consumidor poderá finalizar a compra diretamente nas conversas. “Também queremos facilitar a integração desses recursos às soluções de venda e de atendimento ao cliente que as empresas já utilizam. Essa ação ajudará as pequenas empresas que foram mais afetadas neste momento”, disse o WhatsApp.

WhatsApp Business

Compras, pagamentos e atendimento ao cliente: tudo no WhatsApp.

Além disso, a rede social anunciou a entrada no setor de comunicação em nuvem. Assim, empresas que utilizam ferramentas de mensagem de atendimento ao cliente poderão armazenar essas mensagens por meio de serviços gratuitos de hospedagem que serão oferecidos pelo Facebook.

Por fim, o aplicativo também anunciou que passará a cobrar por alguns serviços oferecidos aos clientes comerciais. Serviços de mensagens e ligações de voz e de vídeo, que são protegidos com a criptografia de ponta a ponta, continuarão gratuitos para mais de 2 bilhões de pessoas.

“Sabemos que a maioria das pessoas usa o WhatsApp para essencialmente se comunicar com amigos e familiares, por isso continuaremos desenvolvendo novos recursos e protegendo a privacidade das conversas individuais”, ressaltou a nota.

Os recursos ainda não têm data para lançamento, mas segundo o aplicativo devem chegar aos usuários ao longo dos próximos meses.