Ir para o conteudo

Gestão de e-commerce: o que vale a pena terceirizar?

* Por Caio Nogueira

Para aqueles que pensam em fazer a gestão de um e-commerce, uma das principais dúvidas é o que vale a pena terceirizar. Já há algum tempo as vendas online vem crescendo consideravelmente, mas nos últimos meses isso se tornou ainda mais expressivo com a pandemia de covid-19.

No entanto criar e gerir um empreendimento não é uma tarefa simples e, em algumas situações o melhor a se fazer é deixar algumas atividades para as empresas terceirizadas especializadas em determinadas áreas.

Mas vale ressaltar que não é sempre que compensa contratar serviços por fora, então, veja nesse artigo quais deles vale a pena terceirizar.

Como é terceirizar serviços?

Primeiramente terceirizar a gestão de e-commerce significa contratar outras empresas ou profissionais especializados em determinados setores para que façam atividades para as quais você não tenha tanta aptidão.

O mais comum é terceirizar a logística da empresa, mas atualmente é possível fazer a terceirização de vários outros serviços. A maior vantagem disso é a contratação de profissionais capacitados que sejam capazes de realizar as atividades com melhor desempenho, para potencializar os resultados.

Então devo terceirizar tudo?

Hoje em dia, mais do que nunca a terceirização se tornou algo muito simples e prático, mas ela pode ser mais vantajosa em alguns casos específicos. Por isso o melhor a se fazer é avaliar as necessidades do seu negócio e encontrar as suas falhas, ou seja, pontos de fragilidade. Esse é um dos casos em que vale a pena contratar um serviço terceirizado.

Para alguns e-commerce vale a pena terceirizar o estoque

Antes de mais nada vale esclarecer que existem dois tipos de terceirização no caso do estoque, que são:

– Consignação: uma quantidade de produtos é “emprestada” e, o pagamento é feito somente por aqueles que forem vendidos e o restante é devolvido;

– Drop shipping: esse é um processo de intermediação mais complexo, em que após o recebimento do pedido o lojista passa a necessidade para o fornecedor que fica responsável por despachar o produto em questão.

Quando devo terceirizar meu estoque?

A terceirização do estoque vale a pena sobretudo quando:

– O capital de giro é baixo;

– Há pouco espaço para armazenamento;

– Existe carência no serviço de distribuição.

Para que se possa terceirizar o estoque é preciso sobretudo conhecer muito bem o fornecedor, isso inclui cada um dos aspectos envolvidos na cadeia logística.

Ademais é recomendável que o contrato seja estabelecido e assinado por ambas as partes, tendo estabelecido cada cláusula em detalhes.

Por que terceirizar o meu estoque?

A gestão mal feita pode ser motivo da ruína de muitos negócios e, isso se torna ainda mais relevante quando ocorre com os estoques. De nada adianta fazer grandes investimentos em campanhas de marketing e conteúdo e ter um site fantástico se o estoque não for bem controlado e perfeitamente funcional.

Um estoque ruim pode arruinar a sua loja virtual que tinha tudo para dar certo. Veja os principais motivos disso:

– Decepcionar o seu cliente que adquiriu um produto que na verdade já não existe mais no seu estoque;

– Separação lenta e ineficiente em estoques grandes e desarrumados;

– Falhas na separação e envio dos produtos, bem como atrasos nessas questões;

– Elevação do índice de reclamações e, consequente comprometimento da imagem da empresa;

– Todas as questões anteriores acarreta em resultados ruins para a empresa.

É possível perceber portanto que por diversos motivos pode ser muito vantajoso terceirizar o estoque.

Isso facilita a organização e o armazenamento dos produtos, principalmente no caso de itens mais volumosos, que requerem grandes espaços para acomodação, como ocorre por exemplo com tatame EVA.

Terceirizar as operações de marketplace

Quem atua com a gestão de um e-commerce sabe que as vendas em marketplaces são consistem somente em fazer anúncios. Há muitas outras tarefas importantes a serem executadas e que demandam uma grande quantidade de horas.

No entanto os gestores geralmente já possuem tarefas suficientes para ocupar todo o dia de trabalho e, por isso torna-se difícil dividir a atenção sem que isso provoque prejuízo à empresa. Tentar fazer tudo sozinho nunca foi uma boa opção e, deslocar funcionários de outros setores para executar tarefas que não fazem parte do seu trabalho também é algo ineficiente.

Portanto o melhor a se fazer é contratar profissionais especializados para cuidar desses negócios.

TI exige profissionais especializados

Se você precisa de profissionais de TI ou da área de pesquisa e desenvolvimento para trabalharem em conjunto com o seu e-commerce, saiba que encontrar bons profissionais não é uma tarefa tão simples. Mas a boa notícia é que existem muitas empresas desse ramo no mercado e, elas possuem bons profissionais que podem ser terceirizados, facilmente.

Terceirizar o financeiro

A princípio as empresas terceirizadas surgiram nos Estados Unidos após a Segunda Guerra Mundial em que as empresas bélicas contratavam empresas de suporte.

Depois disso a terceirização foi se tornando cada vez mais comum e, até pouco tempo atrás no Brasil o setor mais comum era o de limpeza e manutenção. No entanto hoje em dia tem-se dado cada vez mais importância à gestão financeira e, por isso as contratações de terceiros para realizar esse serviço vem aumentando.

Ao terceirizar as atividades financeiras, uma equipe apta é designada a realizar as tarefas relativas ao setor, que envolvem:

– Planejamento;

– Fluxo de caixa;

– Cobrança;

– Emissão de notas fiscais e boletos.

O setor financeiro é um dos mais complexos dentro de uma organização e, por isso envolve uma série de tarefas que devem ser realizadas com o máximo de cuidado para que não haja erros.

Uma má gestão desse setor pode levar à problemas gravíssimos de caixa, que provocam consequências muitas vezes irreparáveis que levam a empresa à falência. No caso dos e-commerce particularmente a terceirização do setor pode ser uma ótima alternativa visto que as entradas e saídas geralmente acontecem de forma muito dinâmica e, existem muitos fluxos a serem controlados.

Com o fluxo de caixa devidamente organizado as tomadas de decisão se tornam mais simples e assertivas e, os resultados positivos podem ser vistos em pouco tempo.

O Marketing digital pode ser terceirizado

Atualmente, campanhas eficientes de marketing digital são indispensáveis para qualquer negócio, mas isso é ainda mais marcante no caso de lojas online. No entanto estar sempre nas redes sociais fazendo postagens, respondendo dúvidas de clientes, enviando e-mail para listas e analisando as métricas pode tomar uma grande parte do seu dia.

Lembre-se de que as campanhas devem ser pensadas, colocadas e práticas e, precisa ter a sua eficiência e alcance avaliados com relação aos resultados apresentados no incremento das vendas. Por isso, essa é mais uma entre as atividades que vale muito a pena terceirizar para que sobre mais tempo para você gerir o seu e-commerce.

Terceirizar te dá mais tempo para gerir seu e-commerce

Uma das principais vantagens de terceirizar tarefas mais complexas é que assim o gestor passa a ter mais tempo para se dedicar às estratégias que levarão o e-commerce ao sucesso. Além disso deve-se considerar, é claro, que profissionais qualificados em determinadas áreas são capazes de realizar as atividades de forma muito mais eficaz com relação à leigos. Como por exemplo na criação de sites wordpress.

Com isso, ao terceirizar os seus resultados serão muito melhores e o seu e-commerce poderá alcançar mais facilmente o êxito.


Caio Nogueira é cofundador da UpSites, uma agência de criação de sites, apaixonado por novas tecnologias e pelo desafio de criar soluções na internet que conectem pessoas e objetivos.

Espaço Exclusivo para Empreendedores transmitirem conhecimento, desafios e experiências sobre aceleração, captação de investimentos, planejamento de marketing, escalabilidade, feiras e missões comerciais, internacionalização; know how sobre modelagem de negócios, mentoria, MVP, pivotagem, relação com investidores, com sócios, com clientes…e muito mais!

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.