A SpaceX, do bilionário Elon Musk, captou US$ 1,9 bilhão em investimentos, segundo documento divulgado nesta semana.

A Bloomberg, que reportou sobre a rodada de investimento na semana passada, disse que a empresa terá um valor patrimonial de US$ 46 bilhões de dólares após a transação, citando pessoas familiarizadas com o assunto. Esta seria a maior rodada de captação de fundos até agora pela SpaceX, de acordo com dados do PitchBook.

O valor é superior ao que a companhia de foguetes tinha anunciado, no final de fevereiro, que buscaria levantar. À época, foi divulgado que a Space X estaria tentando captar US$250 milhões em uma rodada de investimentos, o que deveria levar o valor da empresa para cerca de US$36 bilhões.

Criação de uma rede de banda larga

No início de 2018, a empresa conseguiu aprovação do principal regulador de telecomunicações dos Estados Unidos para construir uma rede de banda larga por satélites. Três anos antes, Elon Musk disse que planejava lançar uma divisão de Internet via satélite que ajudaria a financiar uma futura cidade em Marte.

Essa aprovação foi formalizada em abril do mesmo ano e, de acordo com o que foi divulgado à época, o sistema proposto SpaceX usaria 4.425 satélites.

Missões tripuladas da Space X

No fim de 2018, a SpaceX chegou a interromper o lançamento de um satélite de navegação para os militares norte-americanos, considerada naquele momento sua primeira missão de segurança nacional para os Estados Unidos.

Já em maio de 2020, a SpaceX levou dois astronautas norte-americanos, Doug Hurley e Bob Behnken, à Estação Espacial Internacional a partir da Flórida, encerrando o hiato de nove anos da Nasa em voos espaciais tripulados.