O Facebook anunciou hoje que deve expandir seu serviço de notícias para vários países nos próximos meses. Além do Brasil, outros cinco países devem receber a novidade: Reino Unido, Alemanha, França e Índia.

“Em cada país, pagaremos aos veículos de imprensa para garantir que seu conteúdo esteja disponível no novo produto”, disse Campbell Brown, vice-presidente global de Parcerias de Notícias da empresa, no blog oficial da rede social.

O lançamento do Facebook News nos Estados Unidos foi um importante marco no relacionamento da empresa com a indústria de notícias. O recurso foi desenvolvido a partir do feedback de veículos de imprensa e das sugestões das pessoas, sendo um espaço personalizado para notícias no Facebook. “Ajudar os publishers a alcançar novos públicos tem sido uma das nossas principais metas e descobrimos que mais de 95% do tráfego que o Facebook News entrega aos sites de notícias é complementar ao que eles já recebiam a partir do Feed de Notícias”, disse Brown.

Ainda segundo o vice-presidente, os hábitos do consumidor e o inventário de notícias variam de acordo com o país. “Trabalharemos em estreita colaboração com os parceiros de imprensa em cada um dos países para adaptar a experiência e testar maneiras de oferecer algo valioso para as pessoas, ao mesmo tempo em que honramos os modelos de negócios dos veículos”.

Por fim, afirmou que a inovação é fundamental para a construção de um ecossistema de notícias sustentável. “Continuaremos a desenvolver novos produtos e a realizar investimentos globais para ajudar a indústria de notícias a construir modelos de negócios duradouros”, finalizou.