A Microsoft anunciou essa semana que os aplicativos e serviços do Microsoft 365 não serão mais compatíveis com o Internet Explorer 11 (IE 11) a partir do ano que vem. Antes disso, em 30 de novembro de 2020, o aplicativo da web Microsoft Teams já não oferecerá mais suporte ao IE 11.

Já os aplicativos e serviços restantes do Microsoft 365 não serão mais compatíveis com o programa a partir de 17 de agosto de 2021. “Embora saibamos que essa mudança será difícil para alguns clientes, acreditamos que os clientes obterão o máximo do Microsoft 365 ao usar o novo Microsoft Edge. Estamos empenhados em ajudar a tornar essa transição o mais suave possível”, disse a empresa em comunicado.

Os clientes usam o Internet Explorer 11 desde 2013, quando o ambiente online era muito menos sofisticado do que o cenário atual. Desde então, os padrões da web abertos e navegadores mais novos – como o novo Microsoft Edge – possibilitaram experiências online melhores e mais inovadoras. “Acreditamos que os assinantes do Microsoft 365, tanto em contextos de consumo quanto comerciais, ficarão bem atendidos com essa mudança por meio de um acesso à web mais rápido e responsivo a conjuntos maiores de recursos em conjuntos de ferramentas do dia a dia, como Outlook, Teams, SharePoint e muito mais”.

Além disso, a empresa reforçou que neste momento de transição entre aplicativos modernos e legados, muitos clientes podem sentir que não há escolha a não ser confiar em uma solução alternativa de dois navegadores para usar o IE 11 junto com um navegador moderno. “No entanto, com o novo modo Microsoft Edge e Internet Explorer, os clientes não precisam de uma solução alternativa complicada de um navegador para alguns aplicativos e outro para outros aplicativos. Eles podem padronizar em um navegador e experimentar perfeitamente o melhor da web moderna em uma guia, enquanto acessam um aplicativo do IE 11 legado essencial para os negócios em outra guia – tudo alojado no novo Microsoft Edge”.

Lançado em janeiro deste ano, a Microsoft começou a trabalhar na criação do Microsoft Edge há quase dois anos atrás, depois de ouvir as necessidades dos clientes por compatibilidade de classe mundial (incluindo suporte a aplicativos legados), segurança, privacidade, gerenciamento fácil e unificado e produtividade. “Desde seu lançamento em janeiro, milhões de usuários atualizaram seus navegadores domésticos e de trabalho para o novo Microsoft Edge. Além disso, novos dispositivos e futuras atualizações de recursos do Windows conterão o novo Microsoft Edge”, destacou.

Com o lançamento do Microsoft Edge e atualização da maioria dos clientes do Windows 10 para o novo navegador, a Microsoft também afirmou que encerrará o suporte para o aplicativo de desktop Microsoft Edge Legacy em 9 de março de 2021.