‘Como conseguir investidores para a sua startup’ foi o tema da última edição do BNDES Garagem Ao Vivo, evento online dedicado às startups realizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento e transmitido em seu canal no YouTube na última semana. Três convidados bateram um papo aprofundado e trazendo novas perspectivas para os empreendedores e dando dicas práticas sobre o que esperam os gestores de investimento.

Entre os participantes, Gustavo Junqueira, gestor do fundo Criatec 3 pela KPTL, maior gestora de fundos de venture capital com recursos domiciliados no Brasil. Ele teve a oportunidade de conversar com Paula Salomão Martins, da Antera Gestão de Recursos, gestora do fundo Primatec, e com Felipe Andrade, da Domo Invest, gestora do fundo Anjo. Os três fundos são iniciativas do BNDES.

Ao longo de uma hora foram discutidos pontos críticos na hora de conseguir persuadir investidores. “Gosto da imagem do iceberg, na qual a ponta é a solução que a startup está ofertando para resolver a dor do cliente. Essa é a parte visível. Mas o que nos interessa é a parte submersa do iceberg”, explica Junqueira.

Junqueira prossegue. “Precisamos saber qual o ativo único e proprietário que aquela startup está buscando e onde essa empresa se encaixa dentro do contexto mercadológico e da cadeia de valor. Temos certa dificuldade de aprofundar isso com o empreendedor. Se aprender a resolver isso, ele conseguirá conversar bem com o investidor”, detalha.

Para Felipe Andrade, da Domo Invest, é essencial ser minucioso na escolha das investidas. “Temos 17 mil empresas na nossa base de dados e analisamos 30 startups por semana. Por outro lado, temos na equipe profissionais que já empreenderam e que conhecem bem as dores do empreendedor que busca um sócio”, diz Andrade.

Já Paula Salomão Martins acredita que é fundamental demonstrar habilidade de trabalhar conjuntamente. “As pessoas são importantes e existem empreendedores que não estão muito dispostos a ouvir opiniões. Se percebemos que há muita resistência, é um ponto de alerta. Entramos nos negócios participando da sociedade. Não operamos, mas estaremos juntos com o empreendedor, lado a lado. Brincamos que é ‘na saúde e na doença’”, ressalta ela.

O BNDES Garagem é o programa de desenvolvimento de startups conduzido pelo banco, que oferece vários fundos dedicados a investimento em jovens empresas com ideias inovadoras pautadas pela tecnologia – como o Criatec, o Primatec e o Fundo Anjo.