Recentemente, a italiana Docsity anunciou a aquisição da Estudar com Você, startup que atua com ensino a distância, oferecendo conteúdos como videoaulas de curta duração e exercícios resolvidos passo a passo para universitários que assinam a plataforma. Os valores da transação não foram revelados.

Fundada em 2015, Alexandre Maluli, CEO e fundador da Estudar com Você, conta que a ideia surgiu enquanto era aluno de administração da Insper. Na época, o empreendedor observou que alguns amigos e colegas de classe tinham dificuldades na hora estudar, aumentando assim as taxas de reprovação da turma.

Com bom desempenho como aluno, Alexandre decidiu ajudá-los “Comecei a gravar uns vídeos no meu quarto, vídeos curtinhos explicando a matéria de um jeito simples e didático, lancei para galera e bombou”, relembra ele.

Com o alto engajamento dos estudantes e pedidos por mais vídeos, o empreendedor percebeu que dava para começar a monetizar os conteúdos, dando início, portanto, à Estudar com Você. “Fui tocando isso como um projeto durante a faculdade e quando me formei estava metade do nosso público-alvo pagando pelo serviço”, conta.

Decido em seguir o caminho do empreendedorismo, mesmo após formado, Alexandre continuou produzindo os conteúdos. Após manter-se inicialmente com recursos próprios, em 2018, a startup conseguiu seu primeiro investimento-anjo com alguns nomes do mercado como Roberto Sallouti, CEO CEO do BTG Pactual, e Florian Bartunek, fundador do fundo Constellation.

Alexandre Maluli, CEO e fundador da Estudar com Você.

Foi nesse período também que Bruno Ramos e Henrique Soares juntaram-se ao time da startup como cofundadores para ajudar no processo de escala. Com uma grande aderência por parte das faculdades como a Poli-USP, com 70% dos alunos inscritos na plataforma, e a FGV com 50%, a plataforma alcançou grandes índices de NPS chegando a 89% em algumas faculdades, revela Alexandre.

O empreendedor ainda destaca que um dos diferenciais da edtech é a personalização de conteúdo que, de acordo com ele, foram produzidos para os cursos da FGV – EAESP, Insper, Poli-USP, Mauá e Unicamp. “A personalização foi um desafio grande porque a gente tinha que entender como funcionava cada faculdade para fazer um modelo feito para eles”, afirma.

Ao longo desses anos, a Estudar com Você, que tem cerca de 1200 professores cadastrados, possui mais de 15 mil conteúdos produzidos (entre vídeos, provas e resumos), e já conquistou mais de 3 milhões de usuários no Brasil, em mais de 700 instituições de ensino.

Aquisição

Atento ao mercado, Alexandre percebeu que a Estudar com Você, com tecnologias e metodologias próprias para a produção de cursos, tinha sinergia com a italiana Docsity, que oferece uma rede de aprendizado social online para estudantes e profissionais em nível global, e decidiu entrar em contato com a empresa que, após algumas conversas, anunciou a aquisição da edtech brasileira.

Segundo Alexandre, essa operação permitirá aos alunos uma solução mais completa que engloba tanto a anotação de colegas e amigos de classe como conteúdo mais didáticos como o oferecido atualmente pela Estudar com Você.

Sobre as mudanças após a aqusição, ele explica que no momento os conteúdos da startup continuam sendo acessados pela plataforma Estudar com Você, mas posteriormente haverá um processo de integração em que os conteúdos da startup brasileira irão para Docsity, bem como suas tecnologias e metodologias, além da tradução para outros idiomas.

“Tudo o que construímos nos trouxe até esse momento. Mesmo com uma operação muito jovem, já apresentávamos lucro para nossos investidores e, em meio à uma pandemia, concluímos a venda da Estudar com Você para uma empresa do porte da Docsity, que conta com mais de 20 milhões de acessos por mês em todo mundo. Nosso foco sempre foi transformar a experiência de estudos para universitários no Brasil e, como parte de uma estrutura mais robusta, a Estudar com Você passará a oferecer uma solução ainda mais completa para os usuários. Fechamos um ciclo. Estamos muito orgulhosos da nossa trajetória e prontos para os próximos desafios”, conclui Maluli.

Anteriormente, em 2017, a italiana também tinha feito uma aquisição brasileira: o Ebah, criado pelos mesmos fundadores da 99, Renato Freitas e Ariel Lambrecht. Com isso, a Docsity tem no Brasil seu maior mercado e ainda atua em países como Itália, Estados Unidos, Rússia, México e Espanha.