Repensar o presente e participar ativamente da transformação do futuro do mercado imobiliário e da construção civil. Essa é a proposta da plataforma de inovação da Cyrela, Next Floor, recém-lançada e que conectará startups, pessoas, projetos e corporações.

Segundo levantamento da aceleradora Terracorta Ventures, o mercado de construtechs e proptechs ativas no Brasil registrou um crescimento de 180% nos últimos três anos, totalizando mais de 700 iniciativas do setor, que atuam entre diversas frentes de atuações.

“Queremos conectar a Cyrela com startups, pessoas, projetos e corporações dispostos a desafiar status quo e a desenhar o mercado imobiliário e de construção do futuro. Oferecemos estrutura e financiamento para o desenvolvimento e testes de novas soluções que mudem a forma de fazer as coisas na companhia, diversifiquem nosso portfólio de produtos e levem o mercado inteiro para frente”, destaca Guilherme Sawaya, diretor de Transformação Digital da Cyrela.

Ao longo dos últimos quatros, a companhia tem liderado uma das maiores mudanças no setor, estimulando a aproximação de startups com o modelo tradicional da companhia, incentivando o pioneirismo e a agilidade. O resultado disso já é a soma de mais de 70 parcerias com iniciativas e soluções criadas para diversos desafios internos da companhia, desde processos financeiros, atendimento ao cliente, assinatura digital, gestão de condomínio, entre outros.

A cultura empreendedora permitiu que a companhia ganhasse ainda mais relevância, dando espaço para construção de duas startups internas, a CashMe, com foco em home equity, e a Mude.me, plataforma que possibilita juntar família e amigos em uma “vaquinha” para comprar, alugar ou reformar um imóvel.

Em 2018, a Cyrela criou o Mithub, iniciativa destinada a fomentar o empreendedorismo no mercado imobiliário e na construção civil. Hoje já são 11 as empresas apoiadoras, entre elas Grupo Zap, Duratex, Tigre, Alphaville, entre outras. O MITHub, por meio de atividades como programas de mentoria e aceleração, eventos de pitch e de conteúdo, tem o propósito de fomentar novos negócios entre as empresas associadas e as startups do setor, a fim de acelerar o desenvolvimento desse ecossistema.

“Inovar é um dever para empresas de todos os setores, e para o mercado imobiliário, tradicionalmente conservador, é um enorme desafio. Através do Next Floor, a Cyrela se abre para cocriar com outros players do mercado e promover a mudança de que nosso mercado tanto carece”, completa Sawaya.

A plataforma deve atuar em três esferas principais: parcerias comerciais em que startups contribuirão para o desenvolvimento de desafios das diversas áreas da Cyrela; coinovação, promovendo o mapeamento de tendências e fricção na jornada do cliente; e Investimento, buscando oportunidades de novos negócios escaláveis e rentáveis para investimentos estratégicos que tragam valor ao ecossistema Cyrela.

As startups que tiverem interesse em trazer suas propostas devem acessar o portal Next Floor, realizar a inscrição e apontar as frente de atuação. Uma equipe da Cyrela será responsável pela curadoria e seleção das startups, de acordo com os projetos em vigência.