Como forma de identificar talentos e estimular a educação, a VTEX, uma das líderes em digital commerce na América Latina, criou o TETRIX, desafio universitário para a área de negócios do Brasil.

Em um mercado de escassez de profissionais capacitados, encontrar pessoas certas e de alto potencial é uma grande conquista. Foi pensando em formar colaboradores de alto nível em regiões com poucas oportunidades que a gigante de tecnologia decidiu investir, pelo segundo ano consecutivo, nesta iniciativa.

O desafio é composto por 100 perguntas, dividido em três etapas. A primeira é online, com 90 questões de múltipla escolha sobre os mais variados assuntos. A segunda etapa é composta por 8 perguntas situacionais e disruptivas a serem respondidas em diversos formatos: redação, vídeo, entre outros. A semifinal e a final são etapas presenciais realizadas no Rio de Janeiro. As despesas com transporte, hospedagem, alimentação e demais custos relacionados à participação da etapa presencial serão custeadas pela VTEX.

As inscrições para a segunda edição do TETRIX se encerram no dia 30 de setembro. “Em 2019 tivemos 13 mil inscritos. Neste ano, faltando ainda mais de três meses para o fim das inscrições, já temos 24 mil participantes entre universitários e recém-formados. A meta é atingir 50 mil, sendo aproximadamente 10% de fora do Brasil”, revela Marcella Vasconcellos, responsável pelo Desafio Tetrix.

Acessibilidade e inclusão

O programa não limita cursos ou universidades e o principal: é 100% gratuito, inclusive nas etapas presenciais. Além disso, os participantes têm a oportunidade de se conectar com empresas de destaque no cenário global. O único pré-requisito para participar do desafio é estar matriculado em uma instituição de graduação reconhecida pelo governo do Brasil, Chile, Argentina, México ou Colômbia – independente do curso – ou ter concluído a graduação a partir do 1º semestre de 2018.

Mesmo que ainda sem data marcada para acontecer por conta da pandemia, o vencedor ganhará uma jornada de aprendizado de um mês – em uma viagem para os cinco continentes – para expandir conhecimento junto às maiores iniciativas de inovação do varejo digital ao redor do mundo. “Mais do que o prêmio em si, queremos promover uma jornada de aprendizado multidisciplinar, por meio de visitas a grandes empresas com iniciativas inovadoras nas áreas de e-commerce e transformação digital. Além disso, a experiência envolve treinamentos e mentorias com profissionais renomados do mercado, incluindo a participação em grandes eventos de tecnologia e atividades culturais”, explica Marcella.

Dentre os nomes que fazem parte do júri do desafio estão Mariano Gomide de Faria, fundador e Co-CEO da VTEX; Alfredo Soares, VP da VTEX e autor do livro ‘Bora Vender’; Luis Vabo, empreendedor Endeavor e professor da Insper; Paula Cardoso, presidente da Rede, vertical de adquirência do Itaú; e Rony Meisler, CEO do Grupo Reserva, autor do Best-Seller ‘Rebeldes têm asas’. Em relação às marcas, fazem parte do desafio: Gama Academy, Perestroika, Sputnik, VTEX, Bora Vender, Descomplica, Academia do Universitário, FOM, Driven, Ecommerce RJ, Metricas Boss e Hyper English.

A jovem vencedora de 2019 foi a catarinense Julia Secchi. “Foi surreal ter a oportunidade de conhecer seis países em uma única viagem. Na primeira etapa eu segui firme, mas pensei que outras pessoas deveriam ter respondido as questões de múltipla escolha muito mais rápido do que eu. Na segunda fase pensei em desistir achando que não era boa o suficiente, por mais que soubesse que entregaria tudo da melhor forma. Cheguei a não acreditar em mim mesma, mas quis arriscar. A partir da terceira fase foi só coragem e fé e deu tudo certo”, conta a ganhadora, que define o desafio Tetrix como uma oportunidade de vida e aprendizado.

A inscrição para o desafio deve ser feito no link até 30 de setembro.