* Por Caio Nogueira

Um dos pontos difíceis de lidar: visibilidade no Google. Como se posicionar no mecanismo de busca? Por que os concorrentes estão presentes na pesquisa e minha empresa não está? Simples, o SEO para pequenas empresas é frequentemente ignorado em pequenas e microempresas.

SEO é realmente essencial para pequenas empresas? Depende, muitas vezes essas empresas se contentam com a presença nas redes sociais: algumas fotos no Instagram, postagens no Facebook com eventos relacionados para anunciar ocasiões especiais e etc. E muitas vezes o site,se torna um panfleto de boa aparência ou um cartão de visita.

Mas na verdade, você pode fazer sua empresa aparecer no Google trabalhando bem o SEO do seu site!

O que é SEO e como ele funciona?

SEO é o acrônimo que significa Search Engine Optimization (otimização de sites para mecanismo de pesquisa) que é o que seu site deve fazer para obter tráfego orgânico (não pago) na página de resultados do mecanismo de pesquisa.

Ao otimizar um site, vários fatores são colocados em jogo. Os mecanismos de pesquisa desejam oferecer o melhor serviço aos seus usuários. Isso significa fornecer resultados de alta qualidade, mas também relevantes para o pesquisador que está procurando algo.

Há muitas vantagens que você receberá ao melhorar seu SEO. Descubra como começar o SEO de um site para pequenas empresas!

SEO para pequenas empresas: como começar?

A estratégia de marketing na web, que também inclui otimização de SEO, permite que você tome as medidas certas. Às vezes, algumas perguntas são suficientes para esclarecer suas ideias antes de trabalhar na Web:

– Quais são meus pontos fortes?

– Conheço as pessoas que quero alcançar?

– O que posso fazer para ajudá-los?

A partir dessas perguntas, surgem as condições para a criação de um site útil para as pessoas e apreciado pelos mecanismos de pesquisa.

Para ficar mais fácil de entender: sites bem-sucedidos na internet são aqueles que ajudam as pessoas a atingirem um objetivo.

Então confira algumas dicas de SEO para sua pequena empresa!

Crie um site rápido, seguro e compatível com dispositivos móveis

Hoje, boa parte do trabalho de otimização de SEO pode ser feita criando um bom site. Então, quais são os pontos de partida essenciais para iniciar um bom trabalho de otimização de SEO para sites de pequenas empresas?

Velocidade

Nunca esqueça a importância de um site que carrega páginas rapidamente. Este é um ponto a favor da experiência do usuário e, consequentemente, do posicionamento do Google.

Esta etapa ocorre devido a vários fatores que influenciam o tempo de carregamento da página:

– Compactação das imagens enviadas;

– Qualidade da hospedagem;

– Cache das páginas da web;

– Otimização do código.

O site precisa ser compatível com dispositivos móveis

A presença de um site otimizado para celular é um elemento que o Google recompensa.

Verifique se o site é fácil de navegar a partir de Smartphones (de fato, de vários dispositivos e telas). Verifique se os elementos clicáveis ​​são fáceis de selecionar e se não há distúrbios excessivos, como popups e publicidade.

Segurança

Ao registrar o domínio do seu site lembre-se de usar um certificado SSL e ativar o HTTPS. Ou seja, o protocolo de segurança que permite a proteção da transferência de dados.

Os sites que não seguem essas informações, de fato, são marcados como inseguros. Essa não é a melhor maneira de se apresentar ao público, concorda?

Trabalhe bem a URL no SEO para pequenas empresas

Um URL otimizado respeita o esquema em árvore no qual o site foi construído, mostrando o caminho hierárquico que permite acessar o recurso solicitado (por exemplo, https://upsites.digital/criacao-loja-virtual-wordpress/).

O URL tem valor semântico, portanto, você deve incluir as palavras-chave significativas da página à qual se refere. No nível do usuário, o conselho é que o URL esteja ” falando” (que permita entender o conteúdo que será exibido).

O título da página é fundamental

Muito importante para o Google, é o título da página que aparece no navegador. Ele deve conter a palavra-chave principal da página.

O peso semântico vai da esquerda para a direita (sendo assim, as palavras-chaves devem ser inseridas no início).

Metadescrição

É a descrição do conteúdo da página; não influencia o posicionamento diretamente (não é um fator de classificação), mas é relevante para a CTR no SERP (se a descrição for interessante, o usuário clicará no resultado).

Tag H1

É o título que aparece no mecanismo de pesquisa, que não deve ser confundido com o título da página. Frequentemente esses dois elementos coincidem, e não é um erro, mas a melhor maneira de tirar o máximo proveito deles é garantir que eles estejam relacionados, mas não sejam iguais.

O título da página tem um valor de SEO muito mais acentuado, enquanto o H1 pode ser usado para capturar a atenção do leitor.

Imagens

A otimização de imagens também é importante para posicionar bem uma página. Os campos para trabalhar são o nome da imagem, o Alt e o título da imagem.

Se possível, sempre comprima a imagem antes de enviá-la (verifique se a qualidade da imagem não é afetada), pois isso ajudará a garantir uma boa velocidade de carregamento do site, fator que o Google considera cada vez mais importante para o posicionamento de uma página.

Formatação de página

Para garantir uma boa experiência do usuário e, portanto, longos tempos no site e baixas taxas de rejeição, o conteúdo de uma página deve ser visualmente agradável.

O conselho é, portanto, estruturar o texto em parágrafos, usar negrito e itálico para sublinhar pontos de interesse na página e dividir o texto com imagens, citações, conteúdo multimídia, como vídeos, etc.

Uma boa pesquisa de palavras-chave é a base de qualquer estratégia de posicionamento

A busca por palavras-chave o ajudará de duas maneiras: aprimorando o conteúdo já presente nas páginas do site e fornecendo ideias para textos futuros.

É essencial identificar as palavras-chave alvo da sua empresa e aquelas nas quais seus concorrentes estão trabalhando.

Uma empresa que começa do zero deve evitar se concentrar imediatamente nas palavras-chave mais competitivas, aquelas que apresentam os maiores volumes de pesquisa.

A melhor coisa a fazer é tentar se posicionar com palavras-chave de cauda longa (aquelas que consistem em mais de três palavras) que possuem volumes de pesquisa mais baixos, mas são mais fáceis de conquistar.

Obviamente, o tráfego gerado por essas palavras-chave será menor, mas devemos considerar que elas são mais específicas e podem trazer um alvo mais específico.

Para ilustrar melhorar, vamos ver dois exemplos de palavras-chave:

empréstimo consignado: 74 mil buscas

empréstimo consignado online: 5.400

Apenas por ter uma palavra a mais de diferença, podemos perceber que temos uma diferença imensa no volume de buscas.

Isso porque a palavra “empréstimo consignado” é um termo muito mais amplo, que abrange vários resultados não tão específicos.

Já “empréstimo consignado online” é uma busca mais fechada, com menor volume, porém com maior assertividade.

Não esqueça do SEO local para empresas

Ao trabalhar com SEO para pequenas empresas, com a necessidade de ser encontrado na área, você deve considerar as principais técnicas para promover o posicionamento local. E ofereça as ferramentas para coletar bons resultados.

Tudo começa com uma boa otimização de website e a criação cuidadosa de uma estratégia para fazer o melhor uso do Google Meu Negócio. O que permite colocar sua empresa nos mapas.

O SEO local permite que a empresa seja encontrada em pesquisas geo localizadas. Os pontos essenciais dizem respeito à criação do cartão do Google Meu Negócio com sua otimização e aprimoramento do site para garantir que ele seja posicionado em consultas específicas. É essencial estabelecer uma estratégia de marketing local!

Criar um blog é fundamental

Muitos empreendedores ficam surpresos por não aparecerem no Google nas pesquisas mais interessantes. Obviamente, um site tem um escopo limitado: com algumas páginas institucionais, é difícil se posicionar para as consultas que as pessoas fazem quando procuram tópicos relacionados ao seu negócio. Por esse motivo, é recomendado criar um blog.

Em outras palavras, um diário online, uma espécie de revista que a empresa publica artigos para captar o interesse do público e para ser encontrado por clientes em potencial.

Ter um blog significa multiplicar as oportunidades de interceptar contatos, mas com uma condição: você deve gerenciar essa ferramenta de maneira profissional:

– Atualizando constantemente;

– Publicando conteúdo útil;

– Divulgando as publicações;

– Respondendo aos comentários.

O blog não é uma ferramenta para gritar vendas clandestinas: você não pode falar sobre você e sua empresa. Não funciona dessa maneira, assim, as pessoas vão ignorar o seu trabalho. Para obter bons resultados, você precisa interceptar as necessidades de seus clientes em potencial e escrever artigos úteis.

Mais dicas de SEO para pequenas empresas

– Duplicação de conteúdo: No nível do conteúdo, é importante evitar que páginas diferentes apresentem os mesmos textos, esse é um erro muito frequente (especialmente no ecommerce).

– Atenção também à correta implementação do protocolo HTTPS, usado por um número crescente de empresas e fortemente recomendado pelo Google.

SEO para pequenas empresas: é hora de investir!

Embora possa parecer complicado e um tanto abstrato (os efeitos de uma boa estratégia de SEO às vezes levam meses para ver resultados no SERP), o SEO tem o potencial de ajudar sua empresa a crescer nos estágios mais frágeis e cruciais do seu desenvolvimento.

Seguindo algumas etapas básicas e tendo o cuidado de criar conteúdo útil para os usuários, sempre acompanhado por uma boa experiência do usuário, até uma empresa de pequeno e médio porte pode conquistar boas posições nas páginas de pesquisa do Google e, portanto, ganhar tráfego no destino que converte.


caio nogueiraCaio Nogueira é cofundador da UpSites, uma agência de criação de sites, apaixonado por novas tecnologias e pelo desafio de criar soluções na internet que conectem pessoas e objetivos.