Criada em março de 2019, a Houseasy é uma startup voltada para o segmento de IoT Residencial, que pretende democratizar o acesso a automação no Brasil. Lançado ao público no último mês de novembro, o aplicativo de smart home já possui mais de 1000 usuários e oferece o controle de iluminação, ar-condicionado, som, televisores e persianas, tudo pelo celular, apenas com uma conexão Wi-Fi.

O projeto mal chegou ao mercado e encantou dois investidores, que juntos fizeram um aporte de R$ 550 mil na empresa, capital que irá possibilitar a consolidação do negócio, bem como seu lançamento a nível nacional.

Um mar de possibilidades, ou melhor, um oceano azul para o mercado de IoT residencial foi o que o empresário Willian Power Homem identificou quando levantou os dados de automação residencial no Brasil. Com apenas 1% dos lares utilizando algum tipo de tecnologia neste sentido, o mercado oferece uma grande oportunidade para quem quer empreender e oferecer uma solução diferenciada. E foi assim que Willian deixou a área odontológica e resolveu investir no segmento.

Com um investimento particular de R$ 100 mil, o empresário iniciou a implementação do projeto, o qual consiste em um cadastro do usuário no site para receber em sua casa o kit de automação e baixar o app para realizar o controle dos equipamentos, tudo isso de forma gratuita. “Minha ideia sempre foi adiar o break-even para construir uma base de usuários sólida e fiel ao serviço e, então poder monetizar o negócio de diversas maneiras”, revela Willian.

Logo a solução chamou atenção de dois investidores, que depois de meses de negociação, fizeram o primeiro aporte da Houseasy, no valor de R$ 550 mil. “A presença dos investidores trouxe notoriedade à empresa, que já está em contato com fundos de investimentos para alavancar suas operações e atingir seu objetivo para 2020, que é estar em 100 mil lares”, conta Willian.

Os planos para a empresa, que completou um ano em março, são ambiciosos. A meta, em médio prazo, é estar presente em 1,5 milhões de residências até 2025. “Começamos a implementação em Curitiba, que é a cidade sede da empresa, mas em breve queremos estar em todo o Brasil e, também, em outros países, como Portugal e Alemanha. Nosso objetivo é proporcionar uma experiência única aos usuários do app, fazendo com que nossos clientes possam usar seu tempo com o que realmente importa na vida”, finaliza. Para a próxima rodada de investimentos, a empresa estima receber R$ 10 milhões.