O movimento Cubo For Devs, lançado no fim de 2019 pelo Cubo Itaú com o objetivo de aproximar a comunidade de desenvolvedores ao universo do ecossistema de inovação, está com inscrições abertas para sua segunda edição, com mais 160 vagas de trabalho disponíveis nas startups que fazem parte do hub. 

Em meio à pandemia de covid-19, que deixou a economia instável em todo o mundo, a programa mostra a força do setor de tecnologia – e será realizado 100% online. Uma das propostas do movimento é o #TechTalents, iniciativa moderna de recrutamento e seleção feita em parceria com a Gama Academy. O programa contribui para troca e aprimoramento de experiências entre talentos do setor, bem como na diminuição da lacuna que existe hoje na busca por profissionais qualificados. 

As inscrições – para profissionais de todo o Brasil – estão abertas e os candidatos podem realizar os testes até dia 28 de maio pelo site. A feira de contratações online e as entrevistas acontecem no dia 2 de junho. As 160 vagas disponíveis são alocadas em startups que fazem parte do Cubo, mais relevante hub de empreendedorismo da América Latina. 

“O movimento Cubo For Devs foi pensado em função da forte demanda por desenvolvedores que o mercado enfrenta, mas quando fizemos o lançamento em 2019 não podíamos imaginar o que viria pela frente. Se ele já era de extrema importância para o fortalecimento da economia, que necessita de profissionais da área de tecnologia, imagina agora? Lançar a segunda edição do #TechTalents neste momento sensível se torna ainda mais importante, pois não resta dúvida sobre a importância da transformação digital nas empresas, que veio para ficar”, afirma Renata Zanutoco-head do Cubo Itaú. Para ela, é de extrema relevância mostrar que existe um mercado aquecido, que demanda e precisa contratar, mesmo em meio a tantas incertezas na economia. 

As startups com vagas abertas são das mais diversas áreas, de RH à educação. Entre elas estão Abstartups, B2Blue, CosmobotsDootaxEskolareEunerd, Guiando, Manipulaê, Mol, Pin People, Quatro Logística 4.0, Revex e Talent Academy. As vagas são para front-endback-end, full-stack e cientista de dados, em todos os níveis de senioridade, desde estágio a profissionais com mais de cinco anos de experiência. As ofertas de trabalho variam entre vagas remotas, presenciais em São Paulo e também para fora da cidade. 

O processo seletivo #TechTalents traz dinamismo, conteúdo, capacitação e diversidade na forma de trabalhar, sendo composto de meetups, eventos, conteúdo para capacitação e contratação na última etapa do processo. Com a situação de distanciamento social exigida pelo momento atual, todo o processo será realizado online, com o mesmo conteúdo. As lives com conteúdos para os candidatos ocorrem nos dias 13, 20 e 27 de maio. 

“Um dos principais diferenciais no programa é o conteúdo que compartilhamos com os candidatos ao longo da jornada. Continuamos a parceria com a Gama Academy, que além de trazer novidades no teste online também irá entregar conteúdos por e-mail para o desenvolvimento dos Devs, dicas para o processo seletivo e entrevistas, entre outros”, explica Renata. 

Serão realizadas três lives com conteúdo para os candidatos durante o processo seletivo, nos dias 13, 20 e 27 de maio. Entre os temas abordados estão as principais skills necessárias de um programador diante das exigências do mercado de trabalho e como prezar pela qualidade da área no mercado de trabalho com a demanda de desenvolvedores em alta. 

Cenário de tecnologia no Brasil 

Segundo pesquisa desenvolvida pela Organização Mundial de Propriedade Intelectual, entre 129 países o Brasil é o 66º mais inovador (Índice Global de Inovação – IGI). Estima-se que daqui a 10 anos haja uma transformação digital que irá impactar 30 milhões de pessoas no mundo, mudando as relações de trabalho. O mercado nessa área está aquecido, mas a mão de obra especializada ainda é muito escassa. 

Outro estudo, desenvolvido pela Gama Academy e focado no desenvolvimento profissional para o mercado digital, aponta que havia, somente em janeiro desse ano, cerca de 2.849 vagas em aberto para desenvolvedores. O mapeamento, intitulado “Tech Jobs Report“, pesquisou vagas disponíveis em startups brasileiras. Foram mapeadas 352 startups, o que não representa nem 1% do total em todo o Brasil – o último levantamento feito pela Associação Brasileira de Startups apontou mais de 13 mil.