Com a evolução da pandemia do Brasil e a necessidade de manter o isolamento social, o iFood decidiu ampliar todas as iniciativas de proteção e suporte às pessoas que fazem parte de seu ecossistema.

Para os restaurantes, a empresa estendeu o prazo das medidas que seriam inicialmente realizadas até o final de maio para o dia 30 de junho. Com isso, o iFood anunciou que vai dobrar o fundo de assistência a seus estabelecimentos parceiros, totalizando agora em R$100 milhões.

A iniciativa beneficia restaurantes de todo o Brasil, em especial pequenos e médios empreendimentos, que permanecem tendo suas comissões reduzidas e ganhando mais a cada pedido.

Para que os parceiros mantenham seu fluxo de caixa equilibrado neste momento, o iFood continuará antecipando pagamentos sem custo financeiro para os restaurantes e injetando até R$2,5 bilhões de recebíveis no mercado, em parceria com a Rede do Itaú, sem custo adicional. As taxas do serviço do ‘Pra Retirar’ (no qual os usuários fazem o pedido via app e retiram diretamente no restaurante) também permanecem zeradas.

“Nos últimos meses estivemos em contato próximo com nossos parceiros e o retorno que tivemos em relação às nossas medidas adotadas foram extremamente positivas, inclusive, essas ações foram fundamentais para ajudar os restaurantes a se reinventar e seguir neste momento de pandemia. Entendemos que o país como um todo ainda precisa de mais tempo para poder atravessar este período e, por isso, estamos estendendo nossas iniciativas de apoio. Nosso principal objetivo é manter o ecossistema funcionando, permitindo que milhões de pessoas impactadas diretamente pelas atividades dos restaurantes sigam em seus empregos e mantenham a roda da economia girando para que, ao final de tudo isso, o setor todo consiga sair da pandemia com suas operações atuando de forma sustentável”, assegura Diego Barreto, vice-presidente de Estratégia do iFood.

Entregadores

O iFood também já destinou mais R$ 14 milhões em iniciativas voltadas exclusivamente aos entregadores. Por conta do cenário atual da pandemia no Brasil, os períodos de isolamento dos fundos de apoio aos entregadores também estão sendo estendidos.

A partir de agora, os parceiros apoiados pelo fundo solidário, que auxilia aqueles que apresentam sintomas da covid-19, podem permanecer afastados mais que os 14 dias (como recomendam as autoridades de saúde), e sim por 28 dias – tendo a possibilidade de focar na recuperação de sua saúde. Com ele, o entregador recebe do fundo solidário um valor baseado na média dos seus repasses nos últimos 30 dias, proporcional aos 28 dias de quarentena.

Já para aqueles que fazem parte do grupo de risco da doença (pessoas com mais de 65 anos ou que tenham condições de saúde pré-existentes), o fundo de apoio irá auxiliá-los até dezembro de 2020. O intuito é que possam permanecer protegidos, obedecendo às normas de distanciamento social, e sem se expor à probabilidade de contrair a doença. O valor deste auxílio também terá como base a média dos repasses anteriores do entregador parceiro.

Desde março, a empresa vem dedicando-se ainda a outras medidas voltadas a entregadores, como a distribuição de kits de higiene com álcool em gel, máscaras reutilizáveis e materiais informativos; a disponibilização gratuita de um plano de vantagens em serviços de saúde AVUS para todos os profissionais de entrega cadastrados em sua plataforma; e a ampliação do Delivery de Vantagens, programa de benefícios exclusivo com descontos em serviços e produtos, para todo o território nacional.

População em vulnerabilidade

Desde janeiro de 2020, o app do iFood concentra uma plataforma de doação destinada às iniciativas da ONG Ação da Cidadania, que auxilia famílias de todo o país em situação de vulnerabilidade social. As doações via app tiveram crescimento significativo, com  aumento de 249% no volume de doações até o mês passado em relação ao período pré covid-19. Com isso, foram arrecadadas 300 toneladas de alimentos, doados para famílias em situação de vulnerabilidade desde o início da pandemia.

Para doar, os usuários podem ir até a aba Perfil, selecionar o campo Doações e escolher um dos valores fixos disponíveis. É possível também destinar doações à ONG ao finalizar um pedido: nesse momento, basta clicar no banner Compartilhe uma refeição. O pagamento é feito via cartão de crédito cadastrado no app.