* Por Fatima Gonzaga

Não existe uma fórmula única para um negócio de sucesso e o aumento das vendas, mas existe sim muitos exercícios que devem ser feitos antes e durante a existência de uma empresa e do lançamento de um produto que vão ajudar e muito a alcançar as metas estabelecidas.

Muitos negócios surgem pela falta de oportunidade de trabalho, para ajudar no aumento de renda familiar ou aproveitamento de habilidades pessoais e sem muito planejamento as coisas vão acontecendo naturalmente ou “na raça”.

Sem parar para analisar o que está sendo feito, as atividades vão acontecendo do jeito que é possível, mas nem sempre quem sabe fazer um produto ou serviço sabe vende-lo ou até mesmo tem tempo para isso. E para quem vender? Qual o público-alvo? Como atingir este público? Como apresentar um produto/serviço? Como criar o desejo do consumidor?

Estes e outros questionamentos importantes podem parecer desnecessários inicialmente, mas todas estas respostas e muitas outras são fundamentais, pois quanto mais informações sobre o negócio, o mercado e o público a ser atendido mais direcionamento uma empresa terá. As dificuldades existem e sempre existirão, mas quanto mais conhecimento e mais domínio sobre o seu negócio mais ferramentas terá para enfrentar os possíveis problemas.

Se em uma economia funcionando normalmente já precisamos nos preocupar ou estar atentas a tantos detalhes, no momento atual isso se faz mais importante.

Hoje vivemos uma situação atípica onde precisamos nos reinventar como pessoas físicas e jurídicas, o nosso jogo de cintura e criatividade precisará ser muito maior, pois o desafio é grande e temos que enfrentá-lo, mas também temos que ter calma e autocontrole para sairmos do problema, analisarmos com calma e acharmos a melhor solução.

No momento, exceto os serviços essenciais poucos estão conseguindo fazer ou oferecer seus produtos e serviços. Estamos todos preocupados, mas que tal canalizar essa energia e esse período em baixa para rever o seu negócio, a maneira de atuação e fazer as mudanças e adaptações necessárias. Simples? Não, claro que não! Mas precisamos nos preparar para quando voltarmos.

O mundo está mudando, os valores e importâncias do consumidor estão mudando, antes o consumo desenfreado e automático não nos permitia ver o que estávamos consumindo e isso parece estar caminhando para uma consciência maior. A cada dia aumenta o número de consumidores preocupados com um consumo sustentável.

Que tal se reorganizar para os próximos desafios?

* Fatima Gonzaga é colunista do portal Rede Mulher Empreendedora – RME.