* Por Adelmo Nunes

O crescimento da pandemia do coronavírus já reflete na economia brasileira, mas o prognóstico é ainda mais crítico. Em meio a tantas notícias de incerteza e instabilidade, alguns setores se destacam e enxergam na crise uma janela para o crescimento dos seus negócios.

Algumas startups estão sendo mais impactadas, mas alguns setores específicos reservam oportunidades singulares para quem tem a contribuir com a nova configuração dos negócios, durante e pós-pandemia. É o caso de soluções para o agronegócio, as fintechs (transações financeiras e empréstimos), saúde e tecnologia.

Enquanto muitos segmentos da economia anunciam medidas como redução de jornada e de salário, diversas startups estão contratando e anunciando ampliação dos seus serviços. É o caso da Karavel, uma agtech que conecta fornecedores de produtos agrícolas brasileiros para mais de 30 países, que está com diversas posições em aberto.

A Mycon, fintech brasileira de consórcios, anunciou 40 vagas disponíveis. E a TopMed, que oferece soluções para a área de saúde, anunciou mais de 1.500 vagas para profissionais da área. Apenas para citar alguns exemplos.

Para garantir o sucesso e aproveitar a boa maré de oportunidades, as startups precisam contar com uma boa gestão para que o negócio perdure depois da pandemia. Nesta seara, a consultoria contábil é estratégica para que os bons resultados não sejam passageiros.

As empresas contábeis preparadas para atender esse segmento precisam estar alinhadas com o modelo inovador de gestão das startups, além de contar com expertise sobre o desenvolvimento deste modelo de negócio. Antes de se colocar no mercado, o regime tributário é uma das escolhas mais importantes que o empreendedor precisa fazer. A má decisão pode gerar gastos desnecessários, assim como comprometer o desempenho da empresa.

Outro ponto fundamental é o conhecimento em relação às questões que envolvem o aporte de investimentos. A consultoria contábil oferece o suporte adequado para que a startup identifique oportunidades de captação de recursos que podem gerar lucro. E, ainda, dar suporte na tomada de decisão, assim como indicar estratégias para agregar valor ao seu negócio.

Se a estratégia de mercado é alcançar um bom posicionamento, para depois lucrar com a venda da empresa, é importante contar com auxílio especializado para o cálculo do valuation. Esse cálculo só é possível com os demonstrativos financeiros que acompanham o histórico da organização, tornando necessário o controle e análise de todas as questões do negócio por parte da contabilidade. Esse conjunto de informações também é uma exigência para investidores que desejam aportar valores, decidindo se é o momento para apostar em determinados modelos.

Se você ainda não sabe se está em boa companhia, aproveite o momento para avaliar e escolher o melhor parceiro para contar com uma assistência contábil alinhada com os seus planos de crescimento.


Adelmo Nunes, contabilista, é diretor da Planned Soluções Empresariais