Os investimentos nas fintechs brasileiras quase triplicaram em 2019 em relação ao ano anterior, segundo um levantamento divulgado nesta semana pela Accenture.

No Brasil, o valor dos negócios aumentou quase três vezes, chegando a US$ 1,6 bilhões, de acordo com o estudo feito a partir de dados da CB Insights.

O país ocupa o quinto lugar entre os maiores centros de captação de fundos de fintechs do mundo. O crescimento foi puxado por investimentos como a injeção de US$ 400 milhões no Nubank e os US$ 344 milhões no Banco Inter.

“Apesar da forte demanda global pelas fintechs, a previsão é que com o amadurecimento das startups os investimentos sejam direcionados cada vez mais aos países com economias em crescimento, onde ainda existem diversas oportunidades para inovações no mercado de consumo e corporativo”, afirmou Julian Skan, diretor da prática de Financial Services da Accenture.

Fonte: Agência Reuters