A Grow, empresa líder em micromobilidade na América Latina, informa que seu controle acionário majoritário foi adquirido pelo grupo Mountain Nazca, fundo de venture capital que apóia empreendedores que buscam construir o futuro e transformar os negócios com tecnologia habilitada. A venda da maior parte das ações da Grow para a Nazca faz parte de um movimento estratégico da empresa para seguir com sua atuação em três cidades do Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba), México, Colômbia, Peru, Argentina e Chile, e manter sua liderança no mercado de micromobilidade da América Latina.

Com o novo quadro societário, também haverá  mudanças no management interno da Grow: Roberto Álvarez Cadavieco, vice-presidente de Mobilidade da Grow, será o novo CEO Global da companhia. “A micromobilidade já é uma realidade nos grandes centros urbanos de todo o mundo e, mesmo sabendo de todas as dificuldades, nós da Grow tivemos a coragem de trazer esse negócio para a América Latina. Ser pioneiro em um mercado novo é ter a consciência de que inovamos desenvolvendo o modelo ideal em termos de produto e negócio para a região. Meu foco agora é o seguinte: oferecer a melhor experiência aos nossos usuários e ter um modelo que seja rentável para a empresa, permitindo fazer que a companhia cresça de forma sustentável”, afirma.

A Mountain Nazca nasceu em 2013, co-fundada pelo empreendedor Endeavor Felipe Henríquez – que também co-fundou o Groupon na América Latina, em 2010 –, com a missão de facilitar o investimento de empreendedores experientes na futura geração de novos empreendedores. O grupo é focado em organizações latino-americanas e norte-americanas com compreensão e ambições globais. Com operações em São Francisco, Cidade do México, Bogotá, Buenos Aires e Santiago, o fundo possui em seu portfólio empresas como Groupon LatAm, Peixe Urbano, Mobike, além de outras 32 companhias na América Latina.

“O setor da micromobilidade tem um grande potencial de desenvolvimento e acreditamos na experiência e no alto nível de serviços da Grow Mobility para liderar esse movimento. Queremos consolidar sua liderança na América Latina e torná-la a primeira empresa de micromobilidade financeiramente sustentável do mundo”, comenta Felipe Henriquez Meyer, sócio e cofundador do Mountain Nazca.

No comunicado interno global de posse ao novo cargo, Rori – como Roberto Álvarez é conhecido – deixou claro que suas prioridades de curto e médio prazo na nova posição serão: União das equipes internas em prol de um propósito e sonho único, foco na experiência do usuário e a rentabilização da empresa.

Assim como outras startups de tecnologia, a Grow tem o desafio de tornar-se lucrativa e, por isso, diferente do ano de 2019 que tinha como prioridade a expansão da atuação e o crescimento exponencial do volume de corridas e base de usuários, o ano de 2020 será marcado pela eficiência operacional e pela consolidação do modelo de negócio. Tal foco é reafirmado pela recente reestruturação que a empresa viveu no últimos mês.

“A era do crescimento a qualquer custo acabou, o que não quer dizer que não seguimos comprometidos com o nosso negócio e nossos clientes. Estou muito otimista de que as medidas que estamos tomando para otimização de recursos serão fundamentais para consolidar o mercado de micromobilidade. Assumi o desafio de sermos a primeira empresa de micromobilidade rentável do mundo”, afirma o novo CEO da Grow.