A Fazenda Futuro, foodtech brasileira que já desenvolve e produz carne à base de plantas com o mesmo gosto, textura e suculência da carne animal , dá mais um passo e traz a primeira linguiça plant based de pernil.

Desde o início, inovação e propósito estão no DNA da marca, que acredita que é possível revolucionar a indústria alimentícia sem causar um impacto negativo ao meio ambiente. A receita da linguiça do Futuro é um blend com uma textura única de proteína de ervilha, soja e de grão de bico e beterraba para a cor rosada. Seus grandes diferenciais estão principalmente em sabor e textura.

Por meio de novas tecnologias, a Fazenda Futuro vem trabalhando no desenvolvimento da linguiça do Futuro desde 2019, com o desafio de conseguir chegar ao gosto e textura de uma linguiça de pernil, e para imitar a crocância, transformou algas marinhas em revestimento para a carne, alcançando assim também o formato clássico.

“Nós chegamos ao mercado com um objetivo muito claro, que é o de liderar a transformação em uma categoria que nunca trouxe inovação ao consumidor, e trabalhar com tecnologia e propósito sem causar um impacto negativo ao meio ambiente. Estamos aqui para mudar os frigoríficos de uma vez por todas”, destaca Marcos Leta, fundador da Fazenda Futuro.

O lançamento estará disponível em restaurantes e supermercados do Brasil e na Europa a partir de Abril de 2020.

Portfólio

O Futuro Burger 2.0, a Carne Moída Vegetal e a Almôndega do Futuro são feitos com um blend de vegetais como soja, ervilha e grão de bico, além da beterraba para imitar a cor vermelha da carne. Ao hackear a produção de carnes de origem animal a foodtech conseguiu desenvolver uma forma inovadora de fazer produtos à base de plantas. Os parceiros podem trabalhar em receitas próprias que entregam o mesmo gosto, suculência e textura de uma receita feita com itens de origem animal, mas com mais sustentabilidade e saudabilidade. Para a produção dos produtos, máquinas feitas originalmente para processar carne animal foram trazidas da Alemanha. “Para conseguirmos uma produção em escala e atender o mercado brasileiro era necessário máquinas que atuassem de acordo com um processo bem específico que foi desenvolvido para Fazenda Futuro. Para isso, nós realizamos diversos estudos que nos levaram a ‘hackear’ máquinas de frigoríficos para chegarmos na nossa primeira geração do hambúrguer do futuro.”, conta Leta.

Onde encontrar

Com mais de de 6.000 pontos de vendas, atualmente os produtos podem ser encontrados em todo o Brasil. Tanto a carne moída quanto o hambúrguer já estão disponíveis em grandes redes nacionais, e também nos comércios regionais, como: Spoleto, Koni, Graal, Nacho Loco, Patroni, Porpino, Sodexo, GRSA, Bob’s, Pão de Açúcar, Carrefour, St. Marche, Quitanda, La Fruteria, Verdemar, The Fifties, Ponto Chic, Lanchonete da Cidade, Cabana Burger, Frango Assado, Pirajá, TT Burger, Slaviero Hotéis, VYA, América e muitos outros.