Bill Gates, cofundador da Microsoft que ajudou a torná-la uma das empresas de tecnologia mais valiosas do mundo, deixou o conselho de administração na última semana para se concentrar em trabalhos filantrópicos relacionados à saúde, educação e mudanças climáticas globais.

Gates e sua esposa Melinda administram uma das maiores instituições de caridade do mundo, a Gates Foundation, que possui bilhões em ativos e financia programas globais de saúde para combater doenças e pobreza.

O empresário deixou o cargo de executivo em tempo integral na Microsoft em 2008 e permaneceu como presidente do conselho até 2014. Desde então, ele é membro do conselho.

“Tem sido uma tremenda honra e privilégio ter trabalhado e aprendido com Bill ao longo dos anos”, disse o presidente-executivo Satya Nadella.

Com a saída de Gates, o conselho agora será composto por 12 membros, informou a empresa.

Gates também deixou o conselho da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, onde atuava desde 2004.

Fonte: Agência Reuters