*Por Exame.com

Membros do Parlamento Europeu votaram a favor da padronização de um único carregador para smartphones, independentemente da fabricante por trás do aparelho. Foram 582 votos a favor da medida e 40 contra.

Atualmente, dispositivos que utilizam o sistema operacional Android saem de fábrica, em sua maioria, com o padrão USB-C de carregador (modelos mais antigos ainda utilizam o “Mini USB). Já Iphones contam com um cabo próprio, o Lightning.

A Apple é contra a medida. Para a empresa de Cupertino, a prática atrapalha os processos de inovação e inutiliza milhões de cabos, criando mais lixo. Vale lembrar que o carregador da empresa não é barato. No site da fabricante do IPhone, o acessório mais em conta sai por 149 reais. O preço pode chegar a 299 reais no caso de um modelo com 2 metros de comprimento.

Conforme reportado pela BBC, dados oficiais do Parlamento Europeu apontam que cabos obsoletos geraram mais de 51 mil toneladas de lixo por ano durante a última década. Entretanto, é preciso considerar que em 2009, por exemplo, existiam mais de 30 tipos diferentes de carregadores. Hoje, três.

Caso a proposta de um dia force as fabricantes a utilizarem um mesmo modelo de cabo, a Apple precisaria se adequar ao padrão para seus próximos aparelhos. No ano passado, a companhia comercializou 198,1 milhões de aparelhos. Ou seja, quase 200 milhões de cabos, somente vendidos ano passado, não seriam compatíveis com os novos smartphones.

O processo agora segue para a Comissão Europeia definir novas regras para o mercado.