Janeiro é um mês naturalmente utilizado para refletir sobre finanças. As inúmeras contas que chegam no início do ano exigem olhar atento e planejamento para lidar com o próprio dinheiro. Tomando este movimento como inspiração, a Olivia, plataforma de inteligência artificial prestes a chegar oficialmente no Brasil, lança a campanha ‘Janeiro Verde’. A ação visa conscientizar os brasileiros sobre a importância de cuidar bem da saúde financeira e, mais do que isso, deve ajudá-los a sair do vermelho.

Disponível na AppStore e na Google Play, o aplicativo pode ser baixado gratuitamente. A Olivia faz uso de inteligência artificial e economia comportamental para analisar as finanças das pessoas, prever quais serão as próximas despesas e dar dicas sobre como gastar melhor. Para a campanha, a startup convida os brasileiros a baixarem o app e então contar à assistente financeira virtual por qual razão ela, Olivia, deveria pagar suas contas, dívidas, mensalidades ou faturas. Cinco pessoas serão escolhidas e terão suas pendências financeiras quitadas no valor de R$ 5 mil cada.

“Não por acaso, o dinheiro é uma das principais causas de estresse dentro das famílias brasileiras. A Olivia nasceu com o propósito de ajudar as pessoas a gastarem melhor. A plataforma auxilia seus usuários não apenas na organização de suas receitas e finanças, mas indicando-lhes formas de economizar”, comenta Lucas Moraes, cofundador da Olivia. “Com a campanha, chamamos atenção para a necessidade de uma educação financeira e damos aquela ajuda para quem está endividado. Iniciamos esse movimento e convidamos outras empresas do setor a se juntarem a nós”, completa.

De acordo com os indicadores divulgados em dezembro pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em cada dez consumidores que terminaram o mês de novembro com o CPF inscrito na lista de inadimplentes, quatro (37%) devem até R$ 500. A maioria (53%) das pessoas, entretanto, tem pendências de até R$ 1 mil. Outros 20% devem entre R$ 1 mil e R$ 2.400, 16% entre R$ 2.500 e R$7.500 e 10% superam R$ 7.500.

Também do SPC e da CNDL, uma pesquisa divulgada em janeiro deste ano. De acordo com o levantamento, que ouviu 600 pessoas em todas as regiões do País, guardar dinheiro figura como a principal meta financeira para 49% dos brasileiros. Além disso, 30% planejam fazer uma viagem, 28% pretendem comprar ou reformar a casa e 27% querem tirar as finanças do vermelho.

Dados preliminares 

Em fase beta no Brasil desde agosto de 2019, a base de clientes da Olivia já permite algumas análises interessantes. A startup analisou um recorte de aproximadamente 4 mil usuários, distribuídos por todos os estados do País. A porcentagem dos que gastam mais do que ganham é significativamente maior do que a dos cidadãos que conseguem chegar ao final do mês com algum valor poupado. Segundo os indicadores, 73% de seus usuários são gastadores, contra 22,6% de poupadores. Outros 4,3% estão entre esses dois grupos, equilibrando-se entre receitas e despesas.

Ainda segundo os dados compilados pela startup, chama atenção um gasto específico que afasta aqueles que mais poupam dos que mais gastam: despesas com alimentação. Enquanto no primeiro grupo prevalecem gastos com supermercados, no segundo, bares e restaurantes têm um peso muito mais significativo.

“Mesmo sendo dados de nossa fase beta, as análises refletem muito bem a situação financeira das famílias brasileiras: a grande maioria não consegue poupar de forma periódica. Além disso, já conseguimos mapear quais são os comportamentos mais saudáveis, e queremos, via nossas conversas, mostrar alternativas para os nossos usuários gastarem menos e assim, conseguirem fazer mais com dinheiro deles”, afirma Luciana Pavan, líder de Economia Comportamental e Finanças Pessoais da Olivia.

Para participar 

Os interessados em ter sua própria assistente financeira inteligente e que queiram, ainda, concorrer a R$ 5 mil reais para o pagamento de suas contas, poderão baixar o aplicativo Olivia AI na AppStore ou na Google Play. Em seguida, os usuários deverão conectar à plataforma sua conta bancária.

Entre os dias 15 e 31 de janeiro, a assistente virtual irá interagir com o usuário e, perguntar-lhe “Por que a Olivia deveria pagar sua conta?”. Só poderão participar usuários com idade superior a 18 anos de idade. As cinco respostas mais criativas serão eleitas pela equipe da startup e então premiadas.

As melhores respostas serão divulgadas nas redes sociais da própria Olivia, no dia 10 de fevereiro.