Um modelo já lançado e conhecido no mundo pela famosa Startup americana Cameo, que já é quase um unicórnio, empresa avaliada em US$1 bilhão, está se tornando a nova mania dos Brasileiros. Pedir vídeos aos ídolos já é comum nas redes sociais, mas pagar um valor simbólico por vídeos para presentear amigos está sendo muito comentado na Internet.

A Hello Fan, uma das startups pioneiras deste modelo no Brasil, lançada em julho, já acumula experiência e faturamento com centenas vídeos gravados pelos mais variados ídolos e especialistas famosos na internet e também da televisão.

As ocasiões são as mais diversas, desde despedidas de solteiro, pedidos de namoro, aniversários e até aquela motivação a mais para seguir em frente.

Esta semana ela anunciou o investimento de R$500 mil feito por João Kepler, um dos principais Investidores-Anjo do Brasil, junto com Thiago Nigro (Primo Rico), um dos maiores influenciadores financeiros e Kaká Diniz, um dos maiores empresários do ramo de influenciadores de toda a América Latina.

Com isso, após a fase de validação e beta da plataforma, a startup se prepara para expandir a operação com mais ídolos e investimento em marketing para ser conhecida nacionalmente.

A Plataforma já começou com diversos ídolos: os humoristas Tirullipa e o Rafael Cunha, os especialistas em vendas e marketing, Alfredo Soares, Thiago Concer e Bruno Pinheiro. No universo da música, a plataforma conta com a dupla sertaneja Marcos & Belutti e tem até tubarão do programa Shark Tank Brasil como a Cris Arcangeli e ídolos do futebol como Evair, Flávio Conceição e o goleiro Sérgio, medalhistas olímpicos como Thiago Pereira (natação), Fernanda Venturini (vôlei) e Daniele Hypolito (ginástica) e também Minotouro do UFC. Além de grandes nomes de Youtubers e blogueiros, como: Thays Pacholeck, Willow Alves, Rodrigo Teaser e Jonhathan Mener.

“Para os fãs, o acesso a esses ídolos não é fácil e é nesse ponto que esse modelo de negócio funciona, facilitando que pessoas recebam vídeos direcionados e exclusivos de parabéns, de incentivo e até de resenha de pessoas que representam muito para elas”, comenta Marcus Coelho, fundador da startup.

Para João Kepler, a escolha da startup Hello Fan se deu por vários motivos, mas os principais foram a tecnologia própria embarcada e a diversificação dos ídolos. “Eu pessoalmente usei a plataforma como fã e como ídolo, nas duas pontas, testei, paguei, recebi e fiz todo o processo que rodou maravilhosamente bem, em sintonia com a minha expectativa. Além disso, os fundadores possuem mentalidade startup e sabem o que querem e onde podem chegar.”

Em entrevista ao STARTUPI, João Kepler comentou sobre a concorrência e o surgimento de outras startups deste mercado no Brasil. “No mercado ou você é o pioneiro ou o melhor, e na análise e estudos que fizemos, a Hello Fan é sem dúvida hoje, a melhor em todos os sentidos. Além disso, funding não vai faltar para o crescimento exponencial em toda a América Latina”.

Perguntamos também ao influenciador Thiago Nigro sobre o que ele pensa sobre a venda de vídeos: “Eu já recebia centenas de pedidos de vídeos antes por todas as redes sociais e canais, mas não conseguia atender. Agora com a plataforma, fica tudo centralizado, organizado e em fila dentro do aplicativo da Hello Fan e eu vou gravando e atendendo o meu público por lá mesmo. Note que o valor por vídeo é simbólico, eu cobro 100 vezes mais para fazer qualquer ação de influência online. Esse valor pequeno é apenas para não ser de graça, pra filtrar e claro os custos para estruturar os pedidos nesta plataforma. Mas se fosse pra ganhar dinheiro com os vídeos, qual o problema teria nisso?”, comenta.

“É importante citar que a plataforma não foi feita para marcas divulgarem serviços ou produtos com esses ídolos ou influenciadores, é algo que não permitimos ou incentivamos lá”, explica Carina Tavares, cofundadora da Hello Fan. “Porém, pedidos para agradar um cliente, parabenizar e motivar um funcionário ou para uma confraternização interna da empresa, são super bem-vindos.” complementa.

Todos temos um ídolo, certo? Pode ser no esporte, na música, TV, cinema, ou alguém da internet. Imagine agora receber um presente de um amigo ou familiar com uma mensagem em vídeo completamente personalizada desse ídolo? Eles falam seu nome, o de quem pediu, citam a ocasião e podem até usar piadas internas que só você e sua turma sabem!