A VTEX, multinacional brasileira e uma das líderes globais no mercado de software para e-commerce, fechou uma rodada de investimentos de R$ 580 milhões com os fundos SoftBank’s Latin America, Gávea Investimentos e a Constellation Asset Management. O aporte será utilizado em R&D (pesquisa e desenvolvimento) e para acelerar a expansão global da empresa.

“Nos últimos quatro anos, nos concentramos em criar uma plataforma que possa unificar as operações de nossos clientes online e offline”, disse Mariano Gomide, fundador e co-CEO. “Durante esse período, abrimos escritórios nos Estados Unidos e na Europa e fortalecemos nossa posição de líder na América Latina. Esse investimento valida nossa dedicação em oferecer uma plataforma de comércio unificado escalável, segura e global.”

Com um crescimento orgânico de 43% ao ano nos últimos cinco anos, a empresa atingiu o nível de maturidade como player global no mercado de comércio digital e foi reconhecida pela IDC e Gartner como uma das principais plataformas globais baseado na experiência do usuário que a VTEX oferece.

Entre as inovações da startup, está o Smartcheckout, processo patenteado de checkout sem senha, arquitetura de microsserviços para fornecer atualizações contínuas, bem como um framework de desenvolvimento “serverless” chamado VTEX IO, que permite que os clientes desenvolvam aplicativos Web escaláveis sem complexidade de infraestrutura.

Geraldo Thomaz, fundador e co-CEO da VTEX comenta: “Ser a verdadeira plataforma de comércio unificado para médias e grandes empresas é nosso objetivo. Com esse investimento, poderemos investir mais em P&D, atendendo às demandas do mercado mais rapidamente e oferecendo um produto robusto. Também vamos alavancar os produtos baseados em inteligência artificial (AI)”, conclui.

A empresa se alia a três grandes investidores no seu melhor momento no Brasil e do outro lado tem o reconhecimento e a credibilidade de cada um para este novo momento de expansão da companhia.

“A VTEX possui três atributos que, acreditamos, sustentarão o sucesso da empresa: uma forte cultura de equipe, um produto de primeira classe e empreendedores com mentalidade de rentabilidade”, disse Paulo Passoni, sócio-gerente de investimentos do fundo da SoftBank na América Latina.

Para Marcello Silva, Gerente de Portfólio da Constellation Asset Management, “a VTEX se consolidou como um lugar em que os jovens desejam trabalhar. Ela tem feito um grande trabalho nessa linha e é uma vertente que nós valorizamos muito. Só quem dedica a devida importância ao talento alcança tal patamar”, diz.

Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central e fundador da Gávea Investimentos ressalta: “Marcas e varejistas querem confiabilidade e capacidade de testar suas próprias inovações. A VTEX oferece ambos, preenchendo uma lacuna no mercado”.

O fundo Riverwood Capital, que investiu na VTEX em 2014, continua sendo um acionista relevante, apostando na nova fase da VTEX.