A Nama, empresa brasileira pioneira no desenvolvimento de uma plataforma de inteligência artificial proprietária para chatbots, acaba de concluir a captação de R$2,5 milhões por meio de crowdfunding.

Processo foi conduzido via EqSeed, a principal plataforma online de investimentos em startups do Brasil. Desta forma, a Nama se torna a primeira startup de IA a levantar investimento via crowdfunding no país. Rodrigo Scotti, fundador e CEO da Nama, acredita que o momento para a captação não poderia ser mais propício. “Somos pioneiros em inteligência artificial proprietária desse tipo no Brasil e participamos ativamente da construção desse mercado com nossa proposta. Depois de passar por várias etapas, temos segurança em dizer que hoje as pessoas estão muito mais preparadas para interagir com um chatbot, e as empresas, já se conscientizaram do valor que uma plataforma de atendimento automatizado pode entregar”, comenta.

Scotti explica que o investimento captado será utilizado para investir no lançamento de novos módulos do produto. “Queremos colocar em prática mudanças para escalar a implementação de chatbots com machine learning, possibilitando que mais empresas consigam fazer a configuração e customização com menos fricção e mais praticidade”, acrescenta.

O CEO destaca o potencial de mercado da inteligência artificial. “De acordo com a Oracle, até 2020, os chatbots serão responsáveis por 85% de todas as interações de atendimento ao cliente. Podemos dizer que, este espaço no Brasil está em pleno crescimento. A maior parte das grandes empresas, nosso público-alvo, possuem áreas de atendimento ao consumidor que ainda utilizam ferramentas muito básicas, e outras terceirizam o atendimento para call centers tradicionais. Estamos percebendo que ultrapassamos a fase da conscientização, onde precisávamos praticamente evangelizar os tomadores de decisão, para um estágio onde as próprias empresas nos procuram para construir sistemas mais inteligentes, que irão trazer maior retorno financeiro, além de melhorar a retenção de clientes, graças a um atendimento mais assertivo e econômico”, comenta.

Outros dados de mercado corroboram a avaliação do CEO da Nama. Nos Estados Unidos, 80% das empresas já planejam investimento em chatbots, podendo chegar a uma economia de mais de R$100 bilhões (Chatbot Report 2019: Global Trends and Analysis). A Econsultancy, por sua vez, apontou ainda que 30% de todas as empresas B2B usarão inteligência artificial (AI) para aumentar seus processos de vendas até 2022.

Rodrigo Scotti atribui também à EqSeed o sucesso da captação. “Buscamos um parceiro que nos proporcionasse acesso não somente à uma base de investidores qualificadas, mas também velocidade na captação. A EqSeed foi capaz de nos atender e seu profissionalismo na estruturação e realização da rodada foi fundamental. Além do mais, projeto está em linha com a visão da Nama, de apostar e contribuir para um futuro mais colaborativo, aberto e descentralizado, valores que se concretizaram na captação de investimentos utilizando o crowdfunding, estamos muitos satisfeitos com o resultado”, analisa.

De acordo com Anthony Mc Courtney, Head de Relações com Investidores da EqSeed, entre outros pontos, o mercado em potencial da empresa que, desde 2014, trocou mais de 200 milhões de mensagens com usuários, durante 350 mil horas de conversas, o equivale a um período de 40 anos inteiros. Outro ponto que chamou muito atenção dos investidores são os cases de sucesso da empresa, criadora de soluções como a assistente virtual da Magalu, da Magazine Luiza, o Poupinha, do Poupatempo, e os bots para a Rede Globo, Unilever e Burger King.

“A inteligência artificial é um tema altamente atrativo para investidores e está no radar de todos os grandes mercados. A tendência de empresas em transformar os processos tradicionais em processos baseados em inteligência artificial é inegável. Mas é difícil saber quem irá protagonizar esse movimento. A Nama teve a capacidade de demonstrar com evidências seus diferenciais. Seu chatbot, que utiliza tecnologia proprietária, permite a simulação da capacidade humana de compreender, apreender, tomar decisões e resolver problemas, é uma interação natural. O investidor qualificado percebe o potencial do ativo e não deixa a oportunidade passar”, afirma.

Liderança no mercado de captação

A captação de investimento da Nama é mais um case de sucesso da EqSeed, que vem se destacando por realizar as maiores rodadas individuais online do País. A fintech Mutual captou R$4 milhões em junho e a agrotech Horus e a Cervejaria 3Cariocas receberam R$ 2 milhões cada uma. A própria EqSeed captou R$2,5 milhões em apenas 27 horas. Em total, já foram investidos mais do que R$ 27 milhões em startups por meio da EqSeed – plataforma líder do mercado.

Atualmente, a EqSeed conta com uma rodada aberta: a empresa de eficiência energética Prosumir busca R$1,8 milhão. Vale destacar ainda que a EqSeed está aprovando atualmente mais empresas para realizarem suas captações ainda em 2019.

“A manutenção dos juros baixos, o boom das startups e, sem dúvida, a regulamentação do setor por meio da Instrução CVM 588, trouxe mais interesse, segurança e transparência para o nosso modelo e colocou esse ativo no campo de visão dos investidores qualificados e das empresas em expansão em fases mais avançadas. A EqSeed ganhou tração e acreditamos que esse novo modelo definitivamente já está transformando o mercado de investimentos em startups”, finaliza Mc Courtney.