A Freshworks, empresa de software de engajamento de clientes, anunciou hoje que assegurou uma série de financiamento no valor de US$ 150 milhões, com uma avaliação pós-financeira de US$ 3,5 bilhões. A rodada foi liderada pelos investidores Sequoia Capital, CapitalG e Accel, o primeiro investidor da empresa.

Espera-se que o financiamento seja encerrado até o final do ano e esteja sujeito às condições habituais de fechamento, incluindo a liberação regulatória antitruste dos EUA.

O capital será usado para promover a expansão mundial da Freshworks, bem como acelerar o investimento em sua plataforma SaaS integrada. Como parte desse esforço, a empresa também anunciou sua nuvem Customer-for-Life, que estabelece uma plataforma de dados comum em todos os produtos de engajamento de clientes da empresa para unificar informações importantes de marketing, vendas, suporte e sucesso do cliente.

Para Mohit Bhatnagar, diretor administrativo da Sequoia Capital India LLP, uma das líderes da rodada de investimento, o cenário do CRM está repleto de soluções com “alto hype e baixos resultados”. “A Freshworks é única no fornecimento de software que funciona para os usuários finais em toda a organização, seja em marketing, vendas, suporte ou sucesso do cliente. A oportunidade nunca foi tão grande para alinhar uma organização inteira e criar uma experiência unificada para o cliente que entenda melhor e atenda às suas necessidades em constante mudança”.

“Desde a fundação da Freshworks, estamos na linha de frente da democratização de software para todos os setores de uma organização, e continuamos essa tradição usando as mais avançadas tecnologias em nuvem para garantir que o software seja entregue a toda a organização e devolva o ‘cliente’ no CRM ”, observou Girish Mathrubootham, CEO e fundador da empresa.

Sobre a nuvem Customer-for-Life, Mathrubootham acredita que as equipes de negócios ficarão melhor informadas sobre seus clientes e poderão agir proativamente para aumentar sua satisfação e o valor da vida útil, desde o primeiro contato até a interação mais recente. “A nuvem permite que as empresas aprimorem a compreensão de seus clientes para prever e obter melhor sucesso, substituindo antigas SaaS que prometeram muito, mas não cumpriram”.