A Tero, plataforma digital que conecta atletas brasileiros a oportunidades de carreira, recebeu recentemente um aporte de investidores anjo no valor de R$ 1 milhão, que será destinado ao aperfeiçoamento e ampliação do número de atletas cadastrados na plataforma. Hoje, a startup conta com mais de 8 mil jovens jogadores.

A primeira rodada de captação de investimentos da Tero contou com a participação de nomes como Daniel Orlean, fundador da Biz Capital e ex-VP de marketing do Flamengo; André Barros, fundador do Desimpedidos, maior canal de futebol do YouTube do mundo, além de empreendedores e investidores anjo ligados a empresas como Volanty, QuintoAndar e Uber.

“O foco principal da Tero no momento é aumentar o número de atletas presentes na plataforma, demonstrando aos geradores de oportunidades o valor que essa base qualificada possui. Queremos atingir a marca de 500 mil cadastrados até o final de 2020”, explica Bruno Pessoa, CEO da Tero.

Bruno Pessoa (CEO) e Felipe Piovesana (COO) da Tero.

A plataforma busca democratizar o processo de seleção de jogadores de futebol no país, conectando jovens atletas de 13 a 23 anos a geradores de oportunidades de carreira, como clubes e universidades. Ao criar sua conta de forma gratuita, o jogador preenche suas informações, com experiências prévias, características físicas e melhores momentos.

Cada perfil é analisado digitalmente e avaliado por treinadores independentes, que classificam e destacam as particularidades dos atletas. Dessa maneira, os clubes e universidades têm acesso a uma base de talentos já avaliados, otimizando o processo de recrutamento de forma democrática e conectando-se a uma gama de opções que uma seletiva tradicional não conseguiria fornecer.

“Segundo a FIFA, são cerca de 30 milhões de praticantes do esporte e apenas 0,02% deles estão registrados ou jogando profissionalmente. São milhares de talentos perdidos devido à ineficiência do processo de seleção e é isso que Tero se propõe a mudar”, finaliza Pessoa.