A Cisco anunciou, durante o Cisco Live! Cancún 2019 – conferência da companhia que discute produtos e soluções tecnológicas que já são realidade ou tendência na América Latina -, o lançamento de uma plataforma para permitir que PMEs de todo o mundo possam se beneficiar dos serviços da empresa.

Carlos Torales, diretor de arquiteturas da Cisco, falou sobre números deste mercado na América Latina e a importância para a companhia, líder em tecnologia, em investir nas PMEs. “Estamos acompanhando a grande evolução que é aplicada a partir da transformação digital. A tecnologia é o grande pilar vinculado à transformação digital, é necessária para habilitar negócios em todo o mundo”, diz.

“Cada dia mais a grande maioria do mercado toma vantagem da tecnologia para definir seu negócio. Ninguém seria uma Amazon ou Uber sem tecnologia, por exemplo. Sem dúvida, as PMEs sentem necessidade de tomar parte da digitalização, e o grande motor da inovação na América Latina são as PMEs”, explica o executivo.

América Latina

Pela primeira vez, a Cisco construiu uma plataforma global para atender as pequenas e médias empresas, com estrutura completa do portfólio da empresa: marketing, canais, redes, colaboração, data center, segurança e mais. O executivo destaca três pilares que são vitais para estas empresas, e sustentam toda a estrutura da plataforma: simplicidade, inovação e segurança.

Para entender a importância das PMEs para a América Latina, a Cisco apresentou alguns dados. Hoje, 99% das empresas da região são pequenas e médias, o que representa um total de 17 milhões de empresas, gerando 60% dos empregos da América Latina. Além disso, 83% das pessoas preferem relações digitais em vez de contato pessoal quando querem se informar sobre determinado produto ou serviço. “A oportunidade é muito relevante, é um mercado que é o motor de inovação e emprego para América Latina, e a Cisco quer ser um provedor fundamental para apoiar essas empresas”, afirma.

Pedro Suárez, diretor do departamento comercial da companhia para América Latina, também esteve presente no lançamento e falou ao STARTUPI sobre a relação da líder em tecnologia com as PMEs durante anúncio de uma nova plataforma para estas empresas:

O portfólio para as PMEs da Cisco foi desenhado com o propósito específico para apoiar todas essas empresas em tomarem vantagem da digitalização. “Nenhum empresário de SMB amanhece dizendo ‘quero comprar um access point’. Nossos clientes não pensam dessa forma, mas sim em como estender mobilidade para seus empregados e estarem perto de seus clientes. Eles pensam em ferramentas de colaboração com seus consumidores e agilidade para oferecerem uma melhor experiência ao cliente. Eles não pensam em produtos. Por isso estamos levando ao mercado uma plataforma simples, segura e inovadora com portfólio completo.”

PMEs

Para permitir aquisição das soluções da plataforma, a Cisco criou alguns critérios globais. Por exemplo, quanto e quantas vezes a PME comprou soluções da Cisco. Para empresas que ainda não são clientes, alguns critérios levam em conta tamanho da empresa, quantidade de funcionários, indústria ou segmento de atuação e capacidade financeira de aquisição das soluções.

Para tornar a solução acessível em termos econômicos para as empresas, a Cisco levará em conta o ecossistema onde esta empresa está inserida para entender a capacidade de aquisição, além de atuar de forma 100% partnerless, ou seja, sem intermédio de parceiros para a venda das soluções da plataforma. “O mercado brasileiro tem condições distintas do mercado alemão, por exemplo, então teremos capacidade de entendermos cada mercado através de alguns mecanismos de preço, e ajustamos à realidade de cada país latino-americano.”

Algumas das famílias de produtos que estarão disponíveis na plataforma são Meraki e Umbrella. “Temos um portfólio muito robusto e na próxima semana faremos um lançamento muito importante com mais o nome de alguma família adicional de produtos que chegarão”, diz Carlos.

A estrutura da plataforma foi completada no início do ano fiscal de 2020, que se iniciou em agosto deste ano. “Este modelo é uma evolução do modelo de negócios da Cisco, porque temos uma presença muito relevante em companhias de todos os países. Agora, para as PMEs, a plataforma é uma proposta incremental, porque o que buscamos mais participação no mercado para atendermos melhor as necessidades dessas empresas”, completa o executivo.

Acesse aqui e confira mais novidades anunciadas durante o Cisco Live! Cancún 2019.