A startup brasileira Liv Up acaba de anunciar um aporte de R$90 milhões, liderado pelo fundo de investimento norte-americano ThornTree Capital Partners com participações dos fundos Kaszek, Spectra e Endeavor Catalyst. Com isso, o investimento na empresa ultrapassa a marca dos R$100 milhões, ao longo de pouco mais de 3 anos de existência.

Com foco na alimentação saudável, a empresa utilizará parte do capital para atender a demandas de seus clientes e expandir seu portfólio de produtos, entrando em novas categorias como bebidas, saladas e opções para o público infantil. “Esta é uma marca criada por e para consumidores. Utilizamos todo o feedback gerado pelos clientes através de nossa plataforma para mapear os interesses e desenvolver os produtos que eles desejam. Queremos ser a marca de confiança no mercado de alimentação”, diz Victor Santos, CEO e cofundador da companhia.

Para isso, a Liv Up pretende seguir expandindo suas parcerias diretas com pequenos produtores rurais, de quem compra as matérias primas orgânicas. “Já são mais de 20 famílias parceiras e 30 toneladas de ingredientes orgânicos utilizados por mês”, segundo Henrique Castellani, COO e cofundador da empresa. “Isso é bom para o cliente, que tem acesso a um produto de qualidade, e também é ótimo para os parceiros do campo, que conseguem preços mais justos devido à desintermediação da cadeia e relacionamentos de longo prazo”, completa.

Sediada na cidade de São Paulo, a Liv Up já está presente em mais de 30 cidades do Brasil, cobrindo boa parte do território entre Porto Alegre e Brasília. Agora prepara as malas para chegar ao Nordeste, onde começará a atender os públicos de Recife, Fortaleza e Salvador ainda no segundo semestre do ano. Os planos para 2019 também contemplam as cidades de Florianópolis e Vitória.

“Estamos empolgados com o investimento em uma marca inovadora e direta ao consumidor como a Liv Up, com um time que utiliza tecnologia e marketing para transformar o modelo tradicional do varejo no Brasil e surpreender consumidores de todo o país” explica Mark Moore, sócio diretor da ThornTree Capital e ex-sócio da Bain Capital.

Apoiando a empresa desde 2017, o fundo de venture capital Kaszek também participou da rodada. “Ficamos contentes em continuar apoiando uma marca centrada no consumidor e com a ambição de transformar um setor”, diz o sócio Santiago Fossatti.

Ainda em 2019, a Liv Up começa a colocar em prática seu plano de expansão omnichannel. A empresa já começou a rodar sua solução corporativa, com pontos de venda dentro de escritórios comerciais. E acaba de anunciar que entrará no mercado de restaurantes através da entrega de refeições para consumo imediato, saindo diretamente de sua rede de cloud kitchens.

Para suportar o crescimento acelerado, a startup tem mais de 100 vagas abertas em áreas como tecnologia, dados, marketing, nutrição e gastronomia. “Utilizamos um modelo de negócio bastante vertical, e nossa plataforma tecnológica é um grande diferencial”, diz Victor. “Das ferramentas de gerenciamento da produção ao aplicativo, passando por toda a gestão logística e roteirização de entregas, tudo foi desenvolvido internamente”.

O próximo passo é aprofundar ainda mais a integração de todos os sistemas, conectando informações dos fornecedores de produtos orgânicos, dados da operação interna e comportamento de compra dos consumidores, explicitando tendências e possibilitando à Liv Up continuar inovando em uma velocidade cada vez maior.

Perguntado sobre os desafios da empresa, Victor conclui: “Estamos escalando a cozinha artesanal e criando uma relação mais humana entre a cidade e o campo. Queremos construir a alimentação do nosso tempo”.