* Por Gabriel Malinosqui

Com o grande boom das startups e produtos digitais, um dos cargos mais concorridos ultimamente é o cargo de CTO (Chief Technology Officer).

Afinal, um produto de tecnologia sem uma pessoa de tecnologia traz um grande risco para o negócio – se você quiser saber mais sobre isso confira no meu último artigo.

O problema é que existem muitas vagas abertas para poucos profissionais realmente qualificados, assim os mais experientes acabam sendo recrutados primeiros. Dessa maneira, atrair esse profissional se torna uma tarefa complexa e trabalhosa.

Com base nesse problema, vou listar algumas dicas para você conseguir recrutar os melhores profissionais de tecnologia para ser um executivo no seu negócio. Vamos lá?

Utilize de seu networking

Um dos maiores medos na hora de trazer alguém para o negócio é a confiança em relação a entrega e responsabilidade dessa pessoa.

Para isso, um excelente ponto de partida é o seu networking, procure por colegas que trabalham com tecnologia ou que já tenham utilizado esse tipo de serviço.

Assim, você consegue pessoas que já forneceram algum tipo de serviço e tem a sua experiência comprovada.

Forneça parte da sua empresa

Por se tratar de uma posição de extrema importância dentro da sua empresa, nada mais justo do que fornecer parte do seu negócio para o seu CTO.

Dessa maneira, você consegue ter um parceiro que veste a camisa e leva a startup para a frente, independente do desafio. Além de que, se ele tem parte da empresa, é mais difícil outras empresas fazerem propostas.

Lembre-se que se ele for seu sócio, você deve incentivar para que ele se aproprie da sua ideia, só assim você vai conseguir que ele realmente tenha engajamento.

Outro ponto importante nesse tópico é considerar o momento do negócio, em casos embrionários, é comum o CTO ter mais porcentagem e esse valor vai diminuindo conforme o crescimento da startup.

Aqui é importante considerar um contrato de vesting e cliff, assim você se protege de eventuais desavenças ou picaretagens.

Venda a sua visão

Uma boa prática para saber se o seu negócio consegue “atrair” outras pessoas é começar a vender para os primeiros sócios.

Dessa maneira você consegue fazê-lo enxergar a longo prazo, e se a pessoa tiver algum viés empreendedor ela vai se interessar pelo seu negócio.

Importante que esse CTO tenha cabeça de dono, não de funcionário, se não você terá mais problemas do que resultados.

Contrate de uma startup em crescimento

Uma outra opção, além da utilização de seu networking é chamar alguém que já é sócio de uma outra startup que está em fase de crescimento mas que não ofereceu um plano de sociedade.

Assim, você consegue um profissional que já tem experiência em alguns dos problemas que você vai enfrentar.

Considere uma empresa terceirizada

E por último, caso você não encontre em nenhuma das outras opções, existe a possibilidade de você contratar uma empresa especialista em tecnologia para desenvolver esse tipo de serviço.

Nesse caso, você conta com profissionais qualificados para serem CTO do seu negócio.

A única ressalva neste ponto é que ela não é a melhor opção, sempre procure contar com um sócio como CTO, pois assim você garante o engajamento e não precisa ficar negociando com uma empresa parceira quando as coisas apertarem.

O mais importante é encontrar alguém que tem os mesmos objetivos e valores que você, assim vocês conseguem evoluir juntos, aprendendo com seu negócio.


Gabriel Malinosqui é formado em Ciência da Computação pela Universidade Paulista.  É apaixonado por empreendedorismo e quer mudar a vida das pessoas com tecnologia. Valida startups digitais desde os 17 anos e após aprender bastante com o mercado, fundou com outros sócios a ez.devs, empresa com foco em ajudar pessoas a tirarem seus produtos digitais do papel. Desde então já contribuiu para a evolução dos projetos de mais de 20 startups de todo o Brasil!